segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Depender somente da graça de Deus

"Porque a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência, de que, com santidade e sinceridade de Deus, não com sabedoria humana, mas, na graça divina, temos vivido no mundo e mais especialmente para convosco." II Coríntios 1:12
Este versículo demostra o quanto somos dependentes de Deus em tudo, especialmente na nossa maneira de viver aqui na Terra como peregrinos.

Como exemplo, quero citar as nossas vidas profissionais em que sempre procuramos fazer o melhor . Quando alcançamos êxito em algum trabalho realizado, devemos tomar cuidado para que o nosso ego não cresça, dizendo que foi com o nosso talento que alcançamos tal meta. Como cristãos, somos dependentes da graça de Deus.

Desde que comecei a trabalhar como professora de português e, posteriormente, como revisora de textos, sempre orava, buscando ao Senhor para que Ele me dê graça e sabedoria em tudo o que eu fizesse: preparar o material didático, modo como passá-lo para os alunos, como preparar um determinado material para posterior publicação, como fazer correção ortográfica de uma material final para gráfica dentre outras coisas. Antes de executá-las, peço ao Senhor que me dê graça e sabedoria. Sempre tem dado certo.

Com certeza, devo me reciclar, adquirir mais conhecimentos para o meu trabalho melhorar. Sempre peço ao Senhor para me ajudar a estudar e a usar determinado conhecimento ao meu trabalho. O que devo tomar cuidado é, quando tenho êxito em algum trabalho realizado, não posso, jamais, confiar na minha capacidade, foi a graça e a sabedoria do Senhor que fez tudo isso, pois sou dependente dEle.

Para você fazer isso, é necessário que você tenha fé que Deus é poderoso para fazer isso e andar diligentemente na Palavra do Senhor, observando-a em todo o tempo. Para isso, a sua carne deve morrer diariamente.

Se você ainda não teve a experiência de saborear este presente do Senhor, comece a praticar em suas orações, pedindo a Ele graça e sabedoria em seu trabalho, no relacionamento com as pessoas, na obra que for fazer na igreja. Segundo a Palavra do Senhor, é só com a graça de Deus que vivemos neste mundo tenebroso até a volta de Jesus Cristo. Se for enaltecer seus conhecimentos e seu próprio talento, poderá cair na tentação de praticar alguma obra da carne (neste caso, o orgulho), perdendo assim a salvação de se encontrar com Jesus nas alturas.

By Marcia Moreira

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Epílogos


Que falta nesta cidade?................Verdade
Que mais por sua desonra?...........Honra
Falta mais que se lhe ponha..........Vergonha.

O demo a viver se exponha,
Por mais que a fama a exalta,
numa cidade, onde falta
Verdade, Honra, Vergonha.

Quem a pôs neste socrócio?..........Negócio
Quem causa tal perdição?.............Ambição
E o maior desta loucura?...............Usura.

Notável desventura
de um povo néscio, e sandeu,
que não sabe, que o perdeu
Negócio, Ambição, Usura.

Quais são os seus doces objetos?....Pretos
Tem outros bens mais maciços?.....Mestiços
Quais destes lhe são mais gratos?...Mulatos.

Dou ao demo os insensatos,
dou ao demo a gente asnal,
que estima por cabedal
Pretos, Mestiços, Mulatos.

Quem faz os círios mesquinhos?...Meirinhos
Quem faz as farinhas tardas?.........Guardas
Quem as tem nos aposentos?.........Sargentos.

Os círios lá vêm aos centos,
e a terra fica esfaimando,
porque os vão atravessando
Meirinhos, Guardas, Sargentos.

E que justiça a resguarda?.............Bastarda
É grátis distribuída?......................Vendida
Que tem, que a todos assusta?.......Injusta.

Valha-nos Deus, o que custa,
o que El-Rei nos dá de graça,
que anda a justiça na praça
Bastarda, Vendida, Injusta.

Que vai pela clerezia?..................Simonia*
E pelos membros da Igreja?..........Inveja
Cuidei, que mais se lhe punha?.....Unha.

Sazonada caramunha!
enfim que na Santa Sé
o que se pratica, é
Simonia, Inveja, Unha.

E nos frades há manqueiras?.........Freiras
Em que ocupam os serões?............Sermões
Não se ocupam em disputas?.........Putas.

Com palavras dissolutas
me concluís na verdade,
que as lidas todas de um Frade
são Freiras, Sermões, e Putas.

O açúcar já se acabou?..................Baixou
E o dinheiro se extinguiu?.............Subiu
Logo já convalesceu?.....................Morreu.

À Bahia aconteceu
o que a um doente acontece,
cai na cama, o mal lhe cresce,
Baixou, Subiu, e Morreu.

A Câmara não acode?...................Não pode
Pois não tem todo o poder?...........Não quer
É que o governo a convence?........Não vence.

Que haverá que tal pense,
que uma Câmara tão nobre
por ver-se mísera, e pobre
Não pode, não quer, não vence.

O autor deste poema está se referindo a muitas pessoas que, segundo ele, não faziam a coisa certa. Por isso, ele protestava através de seus versos. Como sugestão, este poema não poderia se referir, também, à podridão que anda assolando a igreja evangélica do Brasil com suas inúmeras teorias, fazendo com que seus seguidores cegos a aceitem com infalíveis para suas vidas?

Este poema parece bem atual, não é? O autor nem está vivo. Epílogos foi escrito no século XVII pelo poeta e advogado brasileiro, Gregório de Matos Guerra. Naquela época, ele é quem botava a boca no trombone e denuciava toda a podridão, especialmente sobre a  Bahia, sua terra; por isso recebeu o apelido carinhoso de "Boca de Inferno". Criticava o governo, a sociedade, a Igreja Católica, enfim, o que ele presenciava de injusto, lá estava ele botando no papel através de seus poemas. Seu trabalho só foi publicado séculos depois de sua morte, algo também injusto, não é?

E aí, se a igreja evangélica, com seus falsos ensinos doutrinários, existisse na época de Gregório, e se o poeta baiano fosse cristão fervoroso, que guardasse a Palavra do Senhor, como não seriam os seus versos? Mesmo assim, acredito que seus poemas também seriam publicados séculos depois de sua morte. E hoje, quem são os Gregórios de Matos Guerra cristãos?

By Marcia Moreira

*Simonia. Compra ou venda ilícita de coisas espirituais (como indulgências e sacramentos) ou temporais ligadas às espirituais (como os benefícios eclesiásticos). Etimologia: Simon, de Simão, o mágico, que ofereceu aos apóstolos certa soma para deles obter o dom de conferir o Espírito Santo. (Dicionário Houaiss de Língua Portuguesa, 2009)

terça-feira, 24 de agosto de 2010

"Não é piada, é a realidade", diz Tiririca sobre slogan de campanha


Francisco Everaldo Oliveira Silva, o palhaço Tiririca, 45, provoca risos e indignação desde que a campanha eleitoral começou na TV. Com o slogan "Vote Tiririca, pior que tá, não fica", ele vai às urnas para tentar uma vaga como deputado federal pelo Estado de São Paulo. É a grande aposta do PR no pleito, tanto que ganhou a legenda de mais fácil memorização: 2222.

Folha - Por que você decidiu se candidatar?
Tiririca - Eu recebi o convite há um ano. Conversei com minha mãe, ela me aconselhou a entrar porque daria pra ajudar as pessoas mais necessitadas. Eu tô entrando de cabeça.

Folha - De quem veio o convite?
Tiririca - Do PR.

Folha -Como foi?
Tiririca - Por eu ser um cara popular, eles acreditaram muito, como eu também acredito, que tá certo, eu vou ser eleito.

Folha - Sabe o que o PR propõe, como se situa na política?
Tiririca - Cara, com sinceridade, ainda não me liguei nisso aí, não. O meu foco é nessa coisa da candidatura, e de correr atrás. E caso vindo a ser eleito, aí a gente vai ver.

Folha - Quais são as suas principais propostas?
Tiririca - Como eu sou cara que vem de baixo, e graças a Deus consegui espaço, eu tô trabalhando pelos nordestinos, pelas crianças e pelos desfavorecidos.

Folha - Mas tem algum projeto concreto que você queira levar para a Câmara?
Tiririca - De cabeça, assim, não dá pra falar. Mas como tem uma equipe trabalhando por trás, a gente tem os projetos que tão elaborados, tá tudo beleza. Eu quero ajudar muito o lance dos nordestinos.

Folha - O que você poderia fazer pelos nordestinos?
Tiririca - Acabar com a discriminação, que é muito grande. Eu sei que o lance da constituição civil, lei trabalhista... A gente tem uma porrada de coisa que... de cabeça assim é complicado pra te falar. Mas tá tudo no papel, e tá beleza. Tenho certeza de que vai dar certo.

Folha - Quem financia a sua campanha?
Tiririca - Então... o partido entrou com essa ajuda aí... e eu achei legal.

Folha - Você tem ideia de quanto custa a campanha?
Tiririca - Cara, não tá sendo barata.

Folha - Mas você não tem ideia?
Tiririca - Não tenho ideia, não.

Folha - Na propaganda eleitoral você diz que não sabe o que faz um deputado. É verdade ou é piada?
Tiririca - Como é o Tiririca, é uma piada, né, cara? 'Também não sei, mas vote em mim que eu vou dizer'. Tipo assim. Eu fiz mais na piada, mais no coisa... porque é esse lance mesmo do Tiririca.

Folha - Mas o Francisco sabe o que faz um deputado?
Tiririca - Com certeza, bicho. Entrei nessa, estudei para esse lance, conversei muito com a minha mãe. Eu sei que elabora as leis e faz vários projetos acontecer, né?

Folha - O que você conhece sobre a atividade de deputado?
Tiririca - Pra te falar a verdade, não conheço nada. Mas tando lá vou passar a conhecer.

Folha - Até agora você não sabe nada sobre a Câmara?
Tiririca - Não, nada.

Folha - Quem são os seus assessores?
Tiririca - Nós estamos com, com, com.... a Daniele.... Daniela. Ela faz parte da assessoria, junto com.... Maionese, né? Carla... É uma equipe grande pra caramba.

Folha - Mas quem te assessora na parte legislativa?
Tiririca - É pessoal do Manieri.

Folha - Quem é o Manieri?
Tiririca - É... A, a, a.... a Dani é que pode te explicar direitinho. Ela que trabalha com ele. Pode te explicar o que é.

Folha - Por que seu slogan é 'pior que tá, não fica?
Tiririca - Eu acho que pior que tá, não vai ficar. Não tem condições. Vamos ver se, com os artistas entrando, vai dar uma mudança. Se Deus quiser, pra melhor.

Folha - Esse slogan é um deboche, uma piada?
Tiririca - Não. É a realidade. Pior do que tá não fica.

Folha - Você pretende se vestir de Tiririca na Câmara?
Tiririca - Não, de maneira alguma.

Folha - Quem é o seu espelho na política?
Tiririca - Pra te falar a verdade, não tenho. Respeito muito o Lula pelo que ele fez pelo nosso país. Ele pegou o país arrasado e melhorou pra caramba.

Folha - Fora ele...
Tiririca - Quem ele indicar, eu acredito muito. Vai continuar o trabalho que ele deixou aí.

Folha - Então você vota na Dilma.
Tiririca - Com certeza. A gente vai apoiar a Dilma. Ele tá apoiando e a gente vai nessa.

Folha - Não teme ser tratado com deboche?
Tiririca - Não, cara. Não temo nada disso. Tô entrando de cabeça, de coração. Tô querendo fazer alguma coisa. Mesmo porque eu sou bem resolvido na minha profissão. Tenho um contrato de quatro anos com a Record. Tenho minha vida feita, graças a Deus. Tem gente que aceita, mas a rejeição é muito pouca.

Folha - Se for eleito, vai continuar na TV?
Tiririca - Com certeza, é o meu trabalho. Vou conciliar os dois empregos.

Folha - Em quem votou para deputado na última eleição?
Tiririca - Pra te falar a verdade, eu nunca votei. Sempre justifiquei meu voto.

Fonte: Folha Online

Como ler a Bíblia


Fiquei feliz que alguns blogueiros se utilizam de minhas postagens para inserirem em seus blogues. Uma delas, sobre a Bíblia do André Valadão,  foi parar no blogue Púlpito Cristão e, posteriormente, no PCAmaral e no Não abro mão da graça. Neste primeiro blogue, houve muitos comentários a favor e contra. Mas um deles me chamou a atenção, explicando como devemos, realmente, ler e estudar a Palavra de Deus. Vejam:
Blogueiros diversos,

nos dias atuais existem bíblias da mulher, pentecostal, da vitória financeira ( roubalheira talvez ) e tantas outras.

Apenas gostaria de dizer aos irmãos, que aquele que deseja muitas facilidades em seus estudos ou dúvidas teológicas, tenha coragem de comprar um bom dicionário e se entregue a pesquisar uma bíblia simples. Deus irá te esclarescer a Palavra.

Será que Calvino ou Lutero tinham bíblia de estudo?????????
Concordo plenamenente com o que foi exposto acima. É somente o Espírito Santo que pode nos ensinar todas as coisas. Toda vez que formos ler e meditar nas Escrituras (sem Bíblia de Estudo), primeiramente, devemos crer que o que está em nossas mãos é a autêntica Palavra de Deus, depois, oramos e pedimos ao Senhor que nos ajude a entender o que está escrito. Assim, adquiremos discernimento para saber o que é o certo e o errado para as nossas vidas e caminhada espiritual.
 
Quando era criança, frequentava a escola dominical na igreja batista e o meu sonho era ter minha própria Bíblia. Confesso que não era para ler e meditar (eu tinha dez anos), mas para me apresentar às minhas coleguinhas da igreja que eu também tinha uma. Então, minha mãe me presenteou com um exemplar pequeno com Cantor Cristão anexado.
 
Uma coisa que se fazia na escola dominical era a memorização de versículos com o intuito de se ganhar um prêmio. Isso me facilitou a memorizar vários versículos que até hoje estão em minha memória; mas não importa decorar, e sim praticar a Palavra do Senhor, senão, vira "decoreba".
 
 
Em 1998, ganhei de presente a Bíblia de Estudo Pentecostal, da CPAD, publicada nos EUA. Confesso que, de todas as Bíblias de Estudo no mercado, esta é a que é possui mais coerência com os ensinamentos bíblicos. Tenho muito carinho por ela. No começo, me apegava às notas de rodapé que me ensinava mutas coisas; hoje, por eu ter desenvolvido o meu discernimento, já consigo ler a Bíblia sem me apegar às notas de rodapé. Lembram-se daquela minha primeira Bíblia? Fiquei com ela por mais de vinte anos, tendo que passar pra frente, para uma pessoa que não tinha um livro como este.
 
Não quero fazer propaganda de Bíblia de Estudo, mas é importante alertar quanto aos falsos ensinos passados na maioria destas Bíblias presentes no mercado gospel. É bom seguir o conselho exposto: o de ler uma Bíblia simples com um bom dicionário, pois a Palavra de Deus é completa, não precisa de explicações diversas para se ter uma compreensão. Como eu disse, é ter fé que é a única e suprema Palavra de Deus que está em nossas mãos.
 
By Marcia Moreira

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Dicas de Português da Professora Marcia


Oi, pessoal. Para a glória de Deus, as dicas de português que escrevo para o blogue da minha empresa estão fazendo sucesso, com muitos comentários positivos e perguntas para dar consultoria. Isso é muito bom e enriquece o meu trabalho.

Com isso, recebi, na semana passada, um espaço totalmente meu, desta vez com o seguinte título: Dicas de Português da Professora Marcia. Isso não é legal? Continuo a escrever mais dicas e também, dou consultoria de português aos alunos que tiverem dúvidas.

Fico feliz com este reconhecimento, pois, quando dava aula em escola pública, não tive o devido reconhecimento por parte dos alunos e, com isso, ficava estressada e me sentia infeliz. Agora, posso dar aula de forma virtual e ver alunos satisfeitos e agradecidos com estas dicas de português. Só tenho que louvar a Deus por esta benção na minha vida.

Abaixo, está a entrevista que dei para o blogue para todos os alunos me conhecerem.

Márcia Moreira leciona e trabalha com textos desde 2003 e faz parte da equipe IUB desde 2008. Ela vai nos contar um pouco sobre a paixão que ela tem pela profissão.

Quando você descobriu o amor pela Língua Portuguesa?
R.: Foi durante a faculdade de Letras que descobri que gostava muito de corrigir frases com erros de português (rss). O meu curso se dividia em Literatura, Língua Inglesa, Língua Portuguesa e outros, mas o que eu gostava mesmo eram das matérias relacionadas com o Português e com a Linguística, minha outra paixão. O amor pelo Português aumentou mais depois que comecei a lecionar e trabalhar com textos a partir de 2003.

O aperfeiçoamento é essencial. Você está estudando no momento?
R.: Atualmente, faço pós-graduação em Linguística e Literatura na Fundação Santo André. No futuro, pretendo fazer mais cursos e outra pós-graduação.

Como educadora, você sempre acreditou na qualidade do ensino a distância?
R.: Acredito nesta modalidade de ensino, pois ela ajuda muitas pessoas a terem uma profissão que tanto sonhavam, ou também, a concluírem o Ensino Médio para fazer um curso universitário que tanto desejam.

A importância de redes sociais e blogues para a comunicação e o ensino, de modo geral, é incontestável. O que você espera dessa seção reservada no blogue só pra você?
R.: O meu objetivo é ajudar as pessoas a solucionarem as suas dúvidas em português, que é uma língua muito difícil na sua sintaxe, pontuação dentre outras. Pretendo dar dicas de redação também, especialmente por causa do nosso Exame Final, aqui no IUB.

Qual foi o último livro que você leu?
R.: Li um livro de um autor angolano, João de Melo, chamado Filhos da Pátria.

Que livro você indica aos interessados pela Língua Portuguesa?
R.: Indico a coleção de livros”Inculta e Bela” do Professor Pasquale Cipro Neto.

Que mensagem você deixa para quem pretende fazer um curso a distância?
R.: Não desista de seus objetivos de estudo e seja persistente para alcançá-los. Para isso, é necessário muita dedicação, esforço e paciência.
Se quiserem conhecer mais sobre o meu trabalho, cliquem aqui.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Para os apóstolos e apóstolas do Brasil


Parece coisa de Sarney: "Brasileiros e brasileiras"; "Apóstolos e Apóstolas".

Sessão Nostalgia - Adhemar de Campos

Lembro-me que no final da década de 1980, ainda era uma pré-adolescente (expressão que usamos hoje em dia, e que nem havia inventado) fui pela primeira vez, com um grupo de jovens, ao CPP (Centro do Professorado Paulista). Era uma segunda-feira à noite e lá estava Adhemar de Campos com sua banda da Comunidade da Graça, entoando hinos de louvor a Deus (isso mesmo, hinos de louvor a Deus). Depois, deu-se a sequência da ministração da Palavra de Deus: era um culto de evangelismo. Também me lembro de uma certa sequência musical que foi tocada na época: Homem de Guerra, O nosso general é Cristo e Louvemos ao Senhor. Pois bem, Adhemar marcou a minha adolescência com suas músicas e letras realmente inspiradas pela Palavra

O início musical de Adhemar foi já na década de 1970, continuando nas décadas seguintes. Confesso que as músicas do início do seu ministério, na minha opinião, são as melhores, pois possuem conteúdos bíblicos que podemos até meditar na Palavra ouvindo estas músicas.

Este repertório podemos encontrar em três CDs: Louvor e Adoração I, II e III. Tenho os três no meu MP4 e digo, como é gostoso ir trabalhar ouvindo estas músicas!

O vídeo abaixo é de Louvemos ao Senhor, a primeira música que ficou gravada em minha memória desde o dia em que fui pela primeira vez a uma reunião de evangelismo no CPP.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Piadinha, só pra descontrair

Onze pessoas estavam penduradas em uma corda num helicóptero.

Eram dez homens e uma mulher. Como a corda não era forte o suficiente para segurar todos, decidiram que um deles teria que se soltar da corda.

Eles não conseguiram decidir quem, até que, finalmente, a mulher disse que se soltaria da corda, pois as mulheres estão acostumadas a largar tudo pelos seus filhos e marido, dando tudo aos homens e recebendo nada de volta e que os homens, como a criação primeira do mundo, mereceriam sobreviver, pois eram também mais fortes, mais sábios e capazes de grandes façanhas...

Quando ela terminou de falar, todos os homens começaram a bater palmas… E caíram da corda.

Moral da história. Nunca subestime o poder e a inteligência de uma mulher.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Fui à 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo


Dou graças a Deus que moro na Grande São Paulo, porque muitos programas culturais ficam perto de casa, não tendo que gastar muito com condução. O problema é o trânsito caótico de São Paulo. Ontem mesmo tive que subir o morro da Av. Brigadeiro Luís Antônio, com o frio de lascar, para pegar o metrô na Paulista porque estava tudo parado literalmente; só assim para entender o que um alpinista do Everest passa ao escalá-lo. Brrrrr.

Como estava dizendo, é bom morar na Grande São Paulo porque pude ir à 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Como disse na minha postagem anterior, não costumo perder nenhuma, a não ser em caso bem extremo, como doença ou o arrebatamento da igreja de Cristo.

Foi no último sábado (14) e estava muiiiiito cheio, até mais que na última Bienal (2008). O legal é que quando cheguei na estação de metrô Tietê, havia ônibus da Bienal que levavam e traziam do evento; o problema é que a fila estava muiiiiito grande.

Pretendo descrever o meu rico passeio através de algumas fotos que tirei do evento. Confesso que, no início, queria saber quais as editoras e livros que estavam presentes, para depois ir às compras. Vamos lá?

Cheguei no Anhembi às 11h00 e já tinha muiiiiita gente, também era sábado, né?


A Bienal deste ano prestou uma homenagem a dois ilustres brasileiros feras na literatura: Monteiro Lobato e Clarice Lispector. Vejam as fotos dos estandes deles.

Monteiro Lobato

Clarice Lispector

Grande, Clarice!
Na Bienal, sempre tem algo curioso. O que me chamou a atenção foi o Livro Vermelho, de C. G. Jung. Este livro é enorme! Vejam a capa e ele aberto.


Uma novidade foi a presença do E-book, o livro digital. É um mega iPod para você armazenar mais de 2.000 obras literárias, dependendo da quantidade de giga. Vou esperar abaixar o preço para adquirir um.




Olha eu aí com o Dr. House (Hugh Laurie), só que ele está sem bengala! Será que fez campanha do descarrego para ser curado? Sei não!


São muitas fotos, portanto, decidi dividir em duas postagens, senão, esta ficaria muiiiiiito grande.

André Valadão lança Bíblia Fé

Estive na 21ª Bienal Internacional do Livro e, confesso, é algo que não perco jamais, somente quando o Senhor me arrebatar é que perderei o próximo. Gosto porque podemos conseguir muitos descontos, como, por exemplo, comprei um megadicionário bacana por R$ 150,00, algumas gramáticas com 10 a 20% de desconto, adquirindo, também, um bom conhecimento cultural. Vale a pena pra quem não se importar com muiiiiiiitas pessoas, comida cara (pastel por R$ 4,00!) e otras cositas mas.

Percebi uma mudança comparada à última Bienal em que fui: a ascensão das livrarias evangélicas. Tem um corredor somente para elas e, desta vez, havia um bom número destas editoras.

Foi visitando uma delas que me deparei com isso:


Pra quem não sabe, André Valadão também conseguiu lançar sua Bíblia: A Bíblia fé (?). Vejam o texto que peguei em um blogue sobre o assunto:
O cantor e pastor André Valadão estará na 21ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo para o lançamento da Bíblia Fé com estudos assinados por ele.


O lançamento da Bíblia Fé está sendo preparado pela Geográfica Editora que contará com a presença de André Valadão na Bienal em São Paulo no dia 13 de agosto, das 20h às 22h. “Recebi com muita alegria o convite da Geográfica Editora para encabeçarmos este projeto. Nele as pessoas poderão encontrar estudos que foram gerados nos meus momentos de intimidade com Deus. Nada melhor do que compartilhá-los em uma Bíblia”, comenta André Valadão.

Bíblia Fé terá uma edição especial que será comercializada somente no lançamento durante a Bienal que são 1.000 exemplares que virão com um estojo personalizado e gravação dourada na lateral da assinatura do cantor.

Fonte: Sul Gospel
Fiquei muito chateada por não ter visto o André (rssss). Vejam a página de rosto:


Voltando ao assunto da tal Bíblia, perguntei à atendente, primeiramente, o que significa este símbolo (desculpem, eu não sabia!). Ela me disse que era o "escudo da fé" (?) e esta era a Bíblia que o André Valadão estava lançando.

Mais curiosa, questionei o porquê desta atitude do "escudo da fé". Ela me disse que Deus havia falado com o pastor André para, em todas a suas pregações, ter fé em Deus o tempo todo. Intrigada por somente o André ser o único com esta honra, disse o seguinte: "Mas Deus, quando disse sobre o escudo da fé, era para todos, não para uma pessoa específica somente". Então, a atendente disse mais algumas coisas "espirituais", em defesa ao pastor de Lagoinha. Depois deste "diálogo espiritual", resolvi continuar o meu passeio à Bienal.

Com este "aprendizado", comecei a meditar: é mais que uma obrigação a todos os que almejam pregar o evangelho (verdadeiro) de Jesus Cristo que tenhamos fé em Deus. Vejam o que está escrito em Hebreus 11:6:
"De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam".
Esta palavra não é somente para o cantor-pastor da Lagoinha. É para todos os cristãos que se apegam em Deus como seu escudo e fortaleza. Fico preocupada como têm cegos guiando muitos (mas muitos) cegos ultimamente, e a tendência é que piore, pois estamos nos tempos do fim. Vigiai e orai.

Pra finalizar, deixo a assinatura do André que se encontra na contracapa desta Bíblia imperdível. Confiram como o garoto é chique!

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

A noite da "Unção dos milionários" no Templo Maior em Brasília


Todos foram ungidos com o azeite consagrado por 7 milionários

Quem nunca sonhou em ser um milionário? Ou desejou ter iates, jatinhos, mansões, carros importados, casas na praia e muito dinheiro?

Não são poucos os livros e textos na internet que ensinam as pessoas a ficarem ricas, como por exemplo: dormir e acordar só pensando em dinheiro; não abrir mão de qualquer possibilidade de obter lucro; criar um produto exclusivo; inspirar-se nos líderes; ser original; antecipar-se às tendências, entre outros.

Porém, a realidade na vida de grande parte da população é marcada por desemprego, dívidas, restrições no nome, cheques devolvidos e humilhação.

Pensando nessas necessidades, A Igreja Universal do Reino de Deus realiza todas as segundas-feiras a “Reunião dos 318 pastores”. Durante o encontro, orações e ensinamentos são realizados com o objetivo de trazer o êxito financeiro e profissional aos participantes.

O bispo Macedo, em recente reunião realizada em São Paulo (SP), falou sobre a importância de participar da “nação dos 318”. Ele fez referência a passagem bíblica que conta a história de Abraão, que, um dia, ao chegar em casa recebeu a notícia de que seu sobrinho havia sido sequestrado e ele, em vez de se lamentar e reclamar com Deus, reuniu 318 homens nascidos de sua própria casa, travando uma guerra contra seus inimigos.

“A nação dos 318, todas as segundas-feiras, fala de promessas materiais. Abraão juntou homens nascidos do seu povo, de sua tribo e pegou esses 318 homens corajosos, valentes e foi em busca do seu sobrinho e ele venceu nove reis, ao mesmo tempo, apenas com esses homens, e recuperou tudo, inclusive seu sobrinho. Eu tenho visto muita gente conquistando nessa reunião, quem crê vai, quem não crê fica. Quem vem segunda-feira é porque pensa grande, tem visão, fé e nós suprimos a necessidade dessas pessoas com a fé que a bíblia nos apresenta. Pois, o que nós ensinamos nessa reunião é de suprema importância para o seu dia a dia”, disse o bispo.


Em Brasília, o encontro acontece no Templo Maior, localizado na EQS 212/213, área especial Asa Sul, às 7h30, 10h, 12h às 15h, às 18h e especialmente às 20h e é comandado pelo pastor Misael Henrique.

Na última segunda-feira (2), aconteceu a “Grande Noite da Unção dos Milionários”, onde o pastor ungiu os presentes com o azeite consagrado por 7 milionários. Além disso, ele ensinou sobre a importância de não esmorecer diante dos problemas: “De repente você está cansado. Não por causa do trabalho, mas por não ver o resultado do seu trabalho. E pensa em desistir diante dos problemas. Mas, Deus lhe trouxe aqui para você reagir e lutar. Pois a vitória é certa”, explicou.

Participe você também da “Reunião dos 318 pastores” e conquiste a vitória prometida por Deus.

Fonte: Arca Universal

Da blogueira. Não aguento, preciso falar. Aqueles que participam deste engano, com certeza, não têm compromisso com o verdadeiro evangelho de Cristo e continuam no leitinho. Percebem como são muitas, mas muitas as pessoas que participam deste negócio de "ganhar dinheiro fácil"? Se amassem a Deus de verdade, não entrariam nesta avareza pecaminosa e se alimentariam mais da Palavra. Assim, poderiam usar do discernimento para não cairem nesta tentação. Se estas pessoas continuarem assim, nem vão perceber que a noiva de Cristo subiu, ficando com suas riquezas que a traça e a ferrugem consomem.

Pulseira do equilíbrio vira febre entre os esportistas


Acessório promete harmonizar o corpo com a mente em várias situações do cotidiano. A moda está nos braços de atletas como Neymar e Rubens Barrichello

O atacante santista Neymar exibe o acessório transparente no pulso esquerdo, o ídolo da seleção portuguesa e do Real Madrid Cristiano Ronaldo aparece cada hora com um modelo de cor diferente para combinar com seus figurinos justos e o piloto Rubens Barrichello, de tão vidrado, usa um em cada braço para disputar as provas de Fórmula 1.

O objeto de desejo da vez entre esportistas é uma pulseira que vem com dois hologramas redondos, com cerca de 1,5 centímetro de diâmetro cada um. Há versões de tecido ou neoprene. Fabricado pela empresa americana Power Balance, o acessório seria capaz de deixar o corpo em equilíbrio. Mas não no sentido figurado.

Os crédulos confiam que a pulseirinha — vendida nas lojas de artigos esportivos por, no mínimo, 120 reais — daria resistência, flexibilidade e harmonia ao corpo e à mente. “A última Copa do Mundo ajudou a divulgar nosso produto”, diz Paulo Silvares, diretor da On The Beach, importadora da marca. “Diversos jogadores exibiram a peça em campo.” A empresa não divulga números de vendas. A loja de artigos esportivos Bayard do Shopping Pátio Higienópolis comercializa trinta unidades por dia. “Há dois meses, não saía um terço disso”, conta a gerente Tatiane Bellicel.

Figuras conhecidas e anônimos encamparam a moda. A modelo Giuliana Masiviero ganhou seu bracelete há um mês e meio. Usou por três dias, mas decidiu deixá- lo de lado. Isso até ver o pediatra de sua filha com um deles, duas semanas depois. “Cheguei em casa e fui direto pegá-lo de volta na gaveta”, diz. Desde então, ela credita à pulseira o sono mais tranquilo e a ansiedade controlada. “Na verdade, é preciso crer no efeito dele. E eu acredito.”

Seja no ambiente de trabalho, seja em festas, os entusiastas dos tais poderes exercidos pelo objeto fazem questão de dar provas de veracidade aos amigos. O teste mais conhecido consiste em pedir à cobaia que tire um dos pés do chão para ver como reage quando submetida a um leve empurrão. Em seguida, deve-se repetir o procedimento com o holograma no pulso.

Os adeptos afirmam ser batata a suposta resistência adquirida com a pulseirinha. Os especialistas torcem o nariz. “Tudo não passa de um engodo”, diz o físico Marcos Duarte, do departamento de biodinâmica do corpo da Universidade de São Paulo. “Hologramas, como os presentes em cartões de crédito e ingressos, não alteram a dinâmica da massa do corpo humano em relação ao ambiente.” Em suma: criada para dar equilíbrio, a pulseira é um ótimo acessório fashion.

Fonte: Veja São Paulo

Temer, o cristão

Este é o título de um pequeno texto que li, na revista Veja desta semana, sobre a visita de Michel Temer a eventos evangélicos e católicos. Confiram:
"Dos dez eventos evangélicos pré-agendados pela campanha de Dilma Roussef, a petista deve ir a três. Michel Temer irá aos outros sete. Há motivos para essa desproporção. Se, por um lado, há dificuldade na agenda de Dilma para comparecer aos eventos com todos os grupos, Temer tem uma imagem mais conservadora e, por ser de família católica, é visto com cristão pelos evangélicos."
Quando li o trecho grifado, me pergunto se esta afirmação da revista proveio dos próprios evangélicos. Se a resposta for sim, não posso concordar com isso. Como posso considerar uma pessoa católica, que adora imagens de escultura, criam dogmas que não estão na Bíblia, podem ser meus irmãos?

A isso chamaos de ecumenismo, ou seja, aceitação de todas as religiões em uma reunião ou evento, concordando com as ideologias destas. Como cristã, não posso concordar com estas mentiras. De acordo com a segunda carta de João, não posso concordar, investir e nem aceitar pessoas que não tem o evangelho de Cristo como meus irmãos.

Não discordo da Veja, pois ela só informa. Somente me imponho contra os evangélicos que aceitam que os católicos sejam irmãos na fé. Como a Bílblia diz, eles são o meu próximo, por isso, devo amá-los e respeitá-los, mas considerar meus irmãos, jamais!

By Marcia Moreira

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Chega de leitinho!

"Ora, todo aquele que se alimenta de leite é inexperiente na palavra da justiça, porque é criança. Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para discenir não somente o bem, mas também o mal." Hebreus 5:13-14
Esta é a última parte da nossa meditação deste último domingo, no culto doméstico na casa de meu irmão. Na passagem de Hebreus 5:11-15, o autor fala aos hebreus sobre a inexperiência quanto ao conhecimento do evangelho recebido por eles. No versículo 12, é descrito que eram já para serem mestres no conhecimento das doutrinas de Cristo expostas a eles. Mas era necessário que se ensinasse tudo de novo para eles, ou seja, alimentá-los com o leite, porque não estavam exercendo suas faculdades, ou seja, praticando e passando pra frente.

Isso acontecia porque os hebreus eram "tardios em ouvir" (v. 11). O versículo 14 deixa bem claro que era necessário que se colocasse em prática tudo o que haviam aprendido para discernir o bem e o mal, o certo e o errado.

Comparando com os cristãos contemporâneos que têm a Palavra do Senhor e a praticam, estes conseguem discernir o certo e o errado, praticando o "sim, sim e não, não". Isto é o alimento sólido de que a Bíblia fala. Somente estes cristãos sabem, e se afastam, de todas estas falsas doutrinas que estão por aí: Teoria da prosperidade, dentes de ouro, apoio a construções de megatemplos (pra quê??), apoio a certos pastores que escondem dinheiro em Bíblias, enfim, são tantas que até dói a cabeça.

Quem se alimenta de leite são bebês que ainda não podem mastigar um alimento sólido, pois os dentes ainda não foram formados; só depois disto é que poderiam se alimentar de algo mais sólido como legumes, um pedaço de carne etc. São as pessoas que, acredtando que sejam cristãs, vão em tudo quanto é doutrina falsa (inclusive as que citei acima), cantam (achando que estão louvando a Deus) músicas antropocêntricas e avarentas, leem tudo quanto é livro de autoajuda, acreditando que estão se "enchendo do Espírito, se autoflagelam e falam mal dos católicos que fazem a mesma coisa e muitas e muitas outras coisas que podemos encontrar por aí e também na Expomamom.

Portanto, devemos sempre conhecer as Escrituras Sagradas, pois sempre haverá um conhecimento novo que ainda não adquirimos, colocando-o em prática sempre. Isso é o alimento sólido de que tanto precisamos para o nosso crescimento e discernimento espiritual. Quanto ao leitinho, devemos tomar cuidado para não esfriarmos espiritualmente para que não voltemos mais à mamadeira e, com isso, caiamos nos ventos de falsas doutrinas que existem por aí. Vigiai e orai.

By Marcia Moreira

Última moda entre as muçulmanas chega ao Egito: o "burkini"

A última moda nas praias e piscinas egípcias é o "burkini", um traje de banho muçulmano que só deixa à mostra parte do rosto, as mãos e os pés, e ainda assim é rejeitado pelos guardiões da ortodoxia islâmica.

Em uma pequena loja situada em um centro comercial do Cairo, duas mulheres organizam a mercadoria, composta por dezenas de trajes de banho "islâmicos". É por este termo que "as clientes conhecem o que na Europa se chama burkini", esclarece à Agência Efe a dona do estabelecimento, Nevine, que prefere não revelar seu sobrenome.

A maioria do público da loja é formado por mulheres com hiyab (o lenço muçulmano), que param na vitrine, entram, saem, olham e se aproximam dos provadores.

"Embora existam maiôs normais à venda, vendemos muitos mais os islâmicos", explica a cristã Nevine, que pertence à Igreja Ortodoxa Copta e possui uma confeccão de "burkinis" (palavra criada pela união de burka e biquíni).

O "burkini" é feito para as mulheres "que não podem mostrar seu corpo em público, mas que não querem deixar de tomar banho de mar ou piscina", diz Nevine.

A versão muçulmana do maiô feminino é formada por uma peça de corpo inteiro, similar às de neopreno usadas pelos mergulhadores, sobre a qual se coloca uma túnica sem mangas e de corte solto e um capuz que cobre a cabeça e o pescoço.

O maiô islâmico é elaborado com lycra, "um material resistente à água ao qual é acrescentado um pouco de algodão para que seque rapidamente", explica a empresária.

Amina, uma elegante egípcia de 40 anos, acaba de comprar um "burkini", acessório que descobriu há cinco anos, quando "a qualidade e a oferta era muito menor que a atual".

"Nem sempre usei o maiô islâmico e não gosto muito", opina a compradora. "Certamente um maiô convencional, de uma peça, é melhor para o bronzeado e mais confortável".

Na loja de Nevine, são oferecidos todos os tamanhos, desde o pequeno até o extra grande, e são abundantes as túnicas de listras, com flores, luas e inclusive estampa de oncinha.

"O marrom é a cor que está mais na moda neste verão para o traje principal, mas o resto depende de cada mulher", acrescenta Nevine. Ela explica que "há burkinis para todos os bolsos". O preço do maiô muçulmano varia entre 200 e 450 libras egípcias (cerca de US$ 35 a US$ 79).

Nas ruas do Cairo, podem ser adquiridos trajes similares importados da China, a preços mais baratos - a partir de 75 libras (US$ 13) -, mas que segundo Nevine "têm menos qualidade".

"O que as mulheres que usam a Burka faziam antes de inventarem isso? Não podiam ir nadar ou tinham que fazer isso só com mulheres e familiares", disse a vendedora.

O "burkini" não faz sucesso apenas no Egito, mas em todo o mundo árabe, na Europa e nos EUA, impulsionado pelos emigrantes muçulmanos e "por aquelas pessoas recatadas de todos os credos", explica Ashma, diretor de uma companhia que vende maiôs muçulmanos confeccionados na Turquia pela internet.

"As vendas estão aumentando, mas o mercado ainda é pequeno, com muita concorrência", ressalta Ashma, que insiste que, além dos motivos religiosos, as mulheres o utilizam para se proteger do sol ou esconder o sobrepeso.

Seu uso, cada vez mais disseminado, não agrada os acadêmicos islâmicos porque, na sua opinião, transgride as doutrinas religiosas.

"Este acessório não pode ser considerado islâmico, porque a mulher mostra sua silhueta quando entra com ele na água", argumenta a professora Soad Saleh, da Universidade de Al-Azhar, a instituição muçulmana sunita mais famosa do mundo islâmico.

Ela explica que ",ao sair de água, pode haver homens que se fixem em seu corpo e lhes desperte um desejo sexual".

Como alternativa, Saleh propõe que as mulheres "escolham praias ou piscinas destinadas exclusivamente a mulheres ou que vão muito cedo".

Ashma diz que os lugares de banho só para elas são "uma boa opção, porque lá podem atuar livremente e se sentir seguras". O ideal, acrescenta, seria que "os homens não olhassem as mulheres, que têm direito de desfrutar do que Deus nos oferece".

Fonte: UOL

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Mais uma pérola presidenciável


"Tênis é esporte de burguesia."

Presidente Lula em resposta a um adolescente de 17 anos, em visita a sua comunidade no Rio de Janeiro, quando perguntou por que não tinha quadras de tênis. O presidente também sugeriu que o adolescente praticasse natação. Legal, né?

Parábola das dez virgens para todos


Na continuação do sermão do culto na casa do meu irmão, neste último domingo, também meditamos sobre a parábola das dez virgens (Mateus 25:1-13), tão lida nas igrejas, mas com interpretações cada vez mais parecidada com um leitinho de criança.

Vamos meditar, primeiramente, no primeiro versículo:
"Então, o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram a encontrar-se com o noivo."
Percebem que as dez virgens são comparadas àqueles que esperam pela mesma pessoa em um mesmo grupo de pessoas: o Noivo, Jesus Cristo.

Agora, vamos meditar nos versículos 2 a 4:
"Cinco dentre elas eram néscias, e cinco, prudentes. As néscias, ao tomarem as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo; no entanto, as prudentes, além das lâmpadas, levaram azeite nas vasilhas."
Comparando com o grupo de pessoas que acabei de citar, todos têm suas próprias lâmpadas, ou seja, são conhecedoras da Palavra de Deus, mas a metade é prudente, isto é, são praticantes, obedientes aos mandamentos do Senhor; a outra metade é néscia: conhecem a Bíblia mas não pratica um só versículo, seguindo várias doutrinas que não são do evangelho. No final, sabemos quem foi se encontrar com o Noivo, não é? Claro que foram as prudentes, as que vigiavam. As néscias receberam o seguinte recado: "Em verdade vos digo que não vos conheço" (v.12).

Sabemos que tem um número elevante de evangélicos aqui no Brasil, mas pergunto: será que estes evangélicos que amam as riquezas deste mundo podem ser considerados prudentes para se encontrar com o Noivo? Não está faltando azeite para eles?

Acredito que se estes mesmos evangélicos fossem, realmente, praticantes do evangelho de Cristo, não chamaria tanta atenção da mídia; seria um número bem reduzido, porque quem quer seguir a um evangelho que diz para negarmos a nós mesmos, não amar o mundo, não ser como os ricos, não amar o dinheiro etc.?

Por isso Jesus disse que "muitos são chamados, poucos são os escolhidos" (Mateus 22:14), o número dos que vão se encontrar com o Noivo de verdade é pouco, não elevado como vemos aí.

Enfim, para ser com as virgens prudentes, não é só me batizar e frequentar uma igreja (o famoso "esquenta-banco"), devo, principalmente, pôr em prática o evangelho de Jesus Cristo, ser sal da terra e luz do mundo, não amar o mundo, não aceitar as heresias, nem apoiar quem ensina tais coisas. Para isso, devo meditar na Palavra do Senhor, assim, poderei, verdadeiramente, me encontrar com o tão esperado Noivo. Termino esta postagem com o versículo 13:
"Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora."
By Marcia Moreira

Deus? Que Deus?


Desabafo de Chico Anysio em seu blogue sobre a morte do filho de Cissa Guimarães:
"Mas e então? Que Deus é este que deixa que morra um menino de 18 anos, à espera de começar seu caminho na vida e deixa vivo e solto o animal que o atropelou, o débil mental que faz de um tunel uma pista de corrida e simplesmente arranca da vida um ser bonito, jovem, ansioso por começar a viver, filho de uma mãe maravilhosa, como colega, como amiga e como pessoa? Para onde Deus estava olhando quando isto aconteceu? Para onde ele olha enquanto negras magérrimas juntam areia a um pouco de água suja e dão para seus filhos na esperança de o salvar? Não é Ele que tudo sabe e que tudo vê? E como não vê o eterno inferno em que vivem judeus e palestinos por causa de dois palmos de terra? Deus é onipresente? E quando o Bruno matou ou mandou matar a mulher que lhe dera um filho e dele desejava o dinheiro suficiente para a criança sobrevier? Deus é onisciente? Então ele sabia que o Rafael teria que morrer naquele dia, naquela hora e daquele modo. Sendo assim, meus amigos eu deixo à disposição de todos a minha parte de Deus porque se Ele tem e é tantos “onis” e o mundo está como está, eu prefiro ficar sozinho."

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Como nos dias de Noé



"Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do Homem. Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca. e naõ o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem." Mateus 24:37-39
Ontem teve culto doméstico na casa do meu irmão. Foi uma benção, cantamos hinos de louvor a Deus (nada de cânticos proféticos materiais), tivemos o nosso momento de oração uns pelos outros, a ministração da Palavra de Deus e, por fim, a Santa Ceia. Quem disse que nos cultos domésticos não se pode celebrar a Santa Ceia em memória de nosso Senhor?

Foram ministradas muitas coisas da Bíblia, portanto, vou postar aos poucos tudo o que foi falado, nem que seja uma postagem por dia, conforme a vontade do Senhor.

Bom, quero começar com estes versículos, que deram início à preleção desta noite. Os capitulos 24 e 25 tratam sobre como serão os dias que sucederão a vinda de Jesus Cristo, e como devemos estar vigilantes quanto a isto.

Ao lermos estes versículos, comecei a meditar, em especial, no versículo 39, que fala sobre as pessoas que, no tempo de Noé, não perceberam quando ele entrou na arca e a fechou, só caindo na real quando o dilúvio veio com tudo e devastou com o planeta naquela época.

Segundo a Palavra do Senhor, será a mesma coisa nos dias do arrebatamento da igreja (a verdadeira, não a do novo templo de Salomão, da Marcha pra Gezuiz etc.). De acordo com o que está escrito, acredito que não será tão estarrecedor como aparece nos filmes estilo Deixados para trás (ótimo filme); ninguém vai perceber que desaparecemos.

Aos que estão nas falsas doutrinas, continuarão nelas sem pereceber que o "ladrão da noite" já veio buscar a sua noiva adornada. Isso é muito preocupante, pois conhecemos muitas pessoas queridas que estão envolvidas com estes falsos ensinos. Mas a Palavra do Senhor, como sempre, está certa, e é clara quando diz que "cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12).

Infelizmente, é esta a realidade de nossa caminhada cristã. Se queremos ir para o Céu, não devemos nos compactuar com o mundo (I João 2:15; Romanos 12:1), aceitar os falsos ensinos, concordar, apoiar e investir em pessoas que ensinam a Bíblia de forma deturpada (II João 9-11). A salvação é individual, sim, e será como nos dias de Noé: os que estão fora da Arca não notarão quando a igreja for arrebatada mesmo, só perceberão quando o Anticristo iniciar o seu governo aqui na terra, mas ai será tarde demais; somente na grande tribulação é que poderão ver a Deus de verdade, mas com muita dor e sofrimento.

By Marcia Moreira

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Dia dos Pais com Mafalda

Adoro a Mafalda, é uma das minhas personagens preferidas nos quadrinhos atuais com seus pensamentos bem maduros para uma menininha como esta. Esta personagem surgiu em 1964 nas mãos do hermano Quino e, desde então, não parou com suas publicações. Para homenagear os nossos papais, nada como nos deliciar com algumas de suas tiras. Parabéns, papais!







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...