quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Vigiar e orar para ouvir o toque da trombeta


Neste final de semana, comecei a meditar sobre a volta do Senhor e o quanto devemos estar vigilantes e sóbrios. Por isso, meditei em I Tessalonicenses 5:4-8. Confererem:

"Mas vós, irmãos, não estais em trevas para que esse Dia como ladrão vos apanhe de surpresa; porquanto vós todos sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite, nem das trevas. Assim, pois, não durmamos como os demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios. Ora, os que dormem dormem de noite, e os que se embriagam é de noite que se embriagam. Nós, porém, que somos do dia, sejamos sóbrios, revestindo-nos da couraça da fé e do amor e tomando como capacete a esperança da salvação;"
As palavras-chave são: vigilância, oração e sobriedade. Vigiar é estar atento, preparado pra tudo; é assim que devemos estar constantemente, verificando se, por um deslize, caimos em pecado, estamos praticando alguma obra da carne constantemente, aceitamos falsas doutrinas dentre outras coisas que poderão nos afastar do Reino de Deus. Oração é mais uma maneira de estarmos em vigilância que, junto com a leitura da Bíblia, teremos comunhão com Deus e nos afastar de tudo o que Ele odeia. Estar sóbrio é não estar contaminado com algo pecaminoso, o que nos faz continuarmos firmes e atentos para quando sermos arrebatados. Quando aceitamos falsas doutrinas, obras da carne etc. em nossas vidas, estaremos embriagados (no sentido figurado), deixando de ser salvo em Cristo Jesus.

Podemos nos deparar com os sinais da volta do Senhor ao nosso redor e, principalmente, a apostasia que já adentrou no meio dos evangélicos. O que me deixa triste é que, enquanto algumas pessoas buscam seu próprio interesse por meio de falsas doutrinas da prosperidade, os cristãos verdadeiros já subiram, sem ao menos estas pessoas perceberem, pois estavam perdendo tempo com a sua avareza, deixando de vigiar e orar, contaminando-se com o vinho em que há contenda.

Pra finalizar esta postagem, quero deixar uma música que cantava quando era criança na igreja batista. Não tinha noção da letra, mas agora que sou adulta, vejo a importância a profundidade desta. Espero que não coloquem um ritmo maliguno nesta música, tipo funk, samba etc., para não perder toda a essência desta letra.

Cristo vem me buscar

Cristo vem me buscar
Para o céu me levará
O cordeiro prometido voltará
 Voltará

Refrão:
Oh! glória! aleluia!
Maranata, vem Jesus
Sou liberto pelo sangue desta cruz.
Tenho o consolador,
Sua glória e esplendor
Sou liberto pelo sangue do Senhor.


Ele manda atento estar,
Vigiar e sempre orar,
Para o toque da trombeta escutar.
Escutar

Oh! Que gozo vou sentir,
Com os anjos a cantar,
Pois com Cristo
Para sempre vou morar
Vou morar



domingo, 23 de janeiro de 2011

Barganha usando o evangelho do Reino


Todos nós sabemos que existem mercenários por trás de placas de igrejas famosas, com seus megatemplos, pedindo dinheiro para a "obra de Deus, mas é somente para engordar os seus salários e a sua avareza. Quero contar algo parececido, mas com uma pessoa totalmente inversa.

No final do ano passado, não sei se é no mês de novembro ou dezembro, estava voltando do trabalho quando um homem entrou no meu ônibus e começou a pregar o evangelho de Jesus Cristo - até aí, tudo bem. Depois, cantou a música do Regis sei-lá-das- quantas ("entra na minha casa, entra na minha vida...") - bom, até aí, tudo bem. O pior, veio depois. Ele pediu dinheiro de esmola após a "pregação".

Como cristã, sou contra este tipo de atitude: a de usar o evangelho de Cristo para pedir esmola. Jesus Cristo, quando deu instruções aos seus discípulos, disse o seguinte: "de graça recebestes, de graça dai" (Mateus 10:8). Acredito, segundo a Palavra do Senhor, que este cidadão do ônibus não deveria ter agido desta maneria; que fosse honesto com a sua situação financeira, sem usar o evangelho santo de Jesus Cristo.

Ora, se este evangelho salvífico é de graça, por que existem pessoas que o usam para ganhar algum dinheiro? Acredito que eles acham que só o fato de falar algo da Bíblia, as pessoas se convenceriam e dariam algum dinheiro. Veja como as pessoas estão tratando a Palavra de Deus! Também é por causa da maldade em seus corações, da avareza, amam a si mesmos; Jesus está voltando.

Hoje, comecei a meditar sobre a vinda do Senhor e no quanto devemos estar vigilantes e sóbrios para ouvirmos a trombeta - isso será matéria para a minha próxima postagem.

Então, devemos fugir e não contribuir a pessoas que "usam o evangelho". Devemos estar atentos às suas pregações, se não há uma intenção maligna em suas palavras. Para isso, devemos ler a Bíblia, ler a Bíblia, ler a Bíblia, ler a Bíblia... orar, orar, orar, orar...



quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Correria


Nestes últimos dias, estou numa correria danada no meu trabalho. Eu meio que "fui promovida" e, por isso, não tenho tido tempo para escrever neste espaço.

Quando criei este blogue, postava muita coisa diariamente, além dos textos com meditação da Palavra do Senhor. Hoje, fico triste por não desfrutar mais deste tempo, mas tudo isso é da vontade do Senhor.

Creio que o Senhor está me propiciando toda esta correria, mas tenho que tomar cuidado para não deixar que isso tome totalmente a minha vida, tornando-me dependente. Por isso, dependo da graça do Senhor para saber organizar toda a rotina desta correria.

O meu espaço de filmes antigos anda ganhando alguns presentinhos de alguns blogueiros cinéfilos. Fico feliz, pois, neste blogue, só falo de coisas simples sem cair no mundanismo da fofoca e, mesmo assim, as pessoas têm gostado das minhas postagens.

Quanto ao meu blogue sobre língua portuguesa, está quase que abandonado, pois, como disse, não tenho nem tempo de escrever algo sobre reflexão da nossa tão amada língua portuguesa.

Quero agradecer aos comentários que tenho recebido de alguns que concordam com as meditações expostas da Palavra de Deus e, acreditem, tudo foi inspiração do Espírito Santo; não faço nada na minha carne ou intelecto.

Não abandonei este espaço definitivamente, só não estou escrevendo com a mesma frequência de antes. Então, continuem me visitando e comentando para a edificação do Reino de Deus.




domingo, 9 de janeiro de 2011

Fé mesmo com aflições


Hoje à tarde meditei no livro de I Tessalonicenses capítulo 3, que é uma carta de Paulo aos cristãos de Tessalônica. Neste trecho, o apóstolo afirmava sobre as tribulações pelas quais todo o cristão deveria passar, sem florear nada. O mais surpreendente foi a reação destes cristãos: que a sua fé estava firme. Veja os versículos 7 e 8:
"para que ninguém se comova por estas tribulações; porque vós mesmos sabeis que para isto fomos ordenados." I Tessalonicenses 3:3

"por esta razão, irmãos, ficamos consolados acerca de vós, em toda a nossa aflição, e necessidade, pela vossa fé, porque, agora, vivemos, se estais firmes no Senhor."Ora, a coisa mais importante para um cristão salvo em Jesus é manter a sua fé inabalável em meio às tribulações, e isso é o que os pastores deveriam esperar de suas ovelhas, pois é a nossa fé em Cristo Jesus é o que nos leva a obedecer à sua Palavra, levando-nos para o Céu.

A fé de que a Bíblia trata não é o positivismo que andam pregando por aí; é a nossa firmeza em Cristo Jesus e em sua Palavra, o que nos torna obedientes filhos de Deus, conservando a nossa salvação até o Grande Dia.

Uma pessoa que acredita que a sua maior vitória foi na área financeira se esquece de que a maior de todas elas é a salvação obtida através de Jesus Cristo na cruz do calvário. Viver com esta fé não é fácil, pois o mundo está cada dia se preparando para a vinda do anticristo e, como cristãos, devemos nos afastar de tudo o que não agrada a Deus: isto é que é viver pela fé no filho de Deus.

Para finalizar esta postagem, quero deixar mais um versículo, que fala sobre mais um desejo aos irmãos de Tessalônica, e também para nós, os cristãos confessos de Jesus Cristo:
Afirmo mais uma vez: os pastores e líderes eclesiásticos devem ouvir, como verdadeiro testemunho cristão, de que a fé no Senhor Jesus Cristo continua firme, não que obtiveram casas, carros, dinhero na conta, uma megapromoção... E daí, a pesssoa pode ter tudo isso e o bem mais preciso perder, pois amou mais as coisas deste mundo do que o Reino de Deus e sua justiça.
"E o Senhor vos aumente e faça crescer em caridade uns para com os outros e para com todos, como também nós para convosco, para confortar o vosso coração, para que sejais irreprensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, com todos os seus santos." v. 12 e 13


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...