quarta-feira, 30 de junho de 2010

Copa do Mundo 2010 - O lado obscuro de Kaká

Abaixo vai uma lista do lado escondido do craque brasileiro. Confira:

• Kaká, após a sua expulsão, xingou agressivamente o juiz: "Seu cara de melão".

• Certo dia, Kaká comprou um CD Salmos de Cid pirata.

• Kaká já participou do Alcoólicos Anônimos, pois uma vez tomou uma colher de Biotônico Fontoura.

• Na escolinha, Kaká ofereceu refrigerante a um amiguinho, mas apertou o canudinho pra não sair muito.

• Kaká tinha no quarto um recorte da revista Avon com uma mulher de babydoll escondido.

• Kaká já gritou "Toca Raul" em um show de rock que ele estava vendo pela TV.

• Uma vez, Kaká não atendeu a campainha e fingiu que não estava em casa.

• Kaká baixa MP3 da Internet e não apaga mensagem errada no Twitter.

• Kaká costuma ler na revista Contigo o que vai acontecer na novela.

• Kaká já limpou os dentes com palitos no restaurante e devolveu para o potinho

• Kaká deixa a toalha molhada em cima da cama

• Kaká já pensou em chamar o Dunga de Zangado e o Jorginho de Soneca, mas não fez para não ofendê-los

• Kaká já deixou comentários pela Internet com outro nome só para sacanear

• Kaká, na escola, respondia "presunto" na hora da chamada.

• Ele descobriu que o Papai Noel não existe no ano retrasado e guardou segredo.

• Kaká já telefonou para sua mulher dizendo que estava chegando, mas nem tinha saído do trabalho ainda.

• Uma vez, o Kaká pisou numa formiga, e ela morreu.

Fonte: UOL

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Copa do Mundo 2010 - Gol de Tévez contra o México: "Foi sem querer querendo"

Os internautas argentinos produziram uma imagem que comprova que Tévez não estava impedido no primeiro gol argentino sobre o México nas oitavas de final: Kiko e Chaves davam condição de jogo ao atacante.


Fonte: UOL

domingo, 27 de junho de 2010

Cuidado com o coração

"Porém o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a altura da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o Senhor não vê como vê o homem. Pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração." I Samuel 16:7
Este é o versículo que a maioria dos evangélicos usa para justificar algumas atitudes "boas", porém contrárias à Palavra do Senhor, dizendo que Deus olha para o coração, não para as atitudes.

Se perceberem bem, antes de ungir a Davi, Deus alertou a Samuel para não olhar a aparência. Segundo a Bíblia, o homem é incapaz de olhar para o coração do homem, somente Deus é que possui esta capacidade.

Ao meditarmos nas Escrituras, descobrimos homens que, por causa de uma atitude que, aparentemente, era agradável aos homens (e, por que não, a Deus), não estava de acordo com os mandamentos do Senhor. Citamos um exemplo: no momento em que se trazia a Arca da Aliança de volta para o povo judeu, um homem, com as maiores das intenções, tocou na Arca para que ela não caísse, mas "a ira do Senhor se acendeu [...], e Deus o feriu ali por esta imprudência; e morreu ali junto à arca de Deus" (II Samuel 6:7).

Quanto a aparência, segundo o versículo do início desta postagem, Deus fala sim, mas quando fazemos acepção de pessoas. Veja o que diz Tiago 2:1 sobre o que não podemos fazer:
"Meus irmão, não tenhais fé de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da Glória, em acepção de pessoas."
Este versículo é claro: que adianta confessarmos Jesus Cristo como nosso Senhor se ainda escolhemos os "melhores" e deixamos de lado os "não melhores" segundo a aparência? Isso é pecado.

E nos dias de hoje, o que fazemos fora das Sagradas Escrituras, mas com a desculpa que Deus vê o coração? Vemos estes homens que se autointitulam "servos de Deus" (e não são), pregando sobre um falso Cristo, uma falsa fé, uma falsa Palavra, mas o que importa são as "conversões" em massa, ou seja, o resultado.

Algumas pessoas também usam este versículo para justificar modismos mundamos que levam para a comunhão com os "irmãos". Por exemplo, tatuagens e piercing. Pergunto: qual a intenção realmente fazer uma tatuagem ou um piercing senão aparecer, se exibir. Segundo Eclesiastes, isso é vaidade, ou seja, exaltação a si mesmo, o que não leva o cidadão ao Reino dos Céus. Estas pessoas dizem que o que importa é o coração, o que ela sente em relação à Cristo, mas se esquecem de que agora que estão no Senhor, é necessário negar-se a si mesmo e carregar a sua cruz (Mateus 16:24). É negar o mundo mesmo!

Portanto, devemos tomar cuidado com certas explicações bíblicas que são usadas como desculpa para fazermos a vontade do mundo, que jaz no maligno. Cuidado também quando chegam pra você e te digam "senti no coração que...", pois o coração é enganoso (Jeremias 17:9). Para permanecermos em Cristo, devemos vigiar com nossas atitudes e deixar o coração de lado para, enfim, alcançarmos a coroa da justiça.

By Marcia Moreira

Em União dos Palmares (AL), vítimas da enchente de 1988 vivem em presídio abandonado e ainda esperam por casa

Se para muitos moradores de Alagoas a tragédia da enchente teve início há pouco mais de uma semana, para famílias de União dos Palmares a “calamidade pública” já dura 22 anos. Cerca de 100 famílias que ficaram desabrigadas pela enchente do mesmo rio Mundaú em 1988 vivem até hoje em pavilhões de um presídio desativado na zona rural, a 8 km do centro da cidade.

A colônia prisional Santa Fé estava em reforma naquele ano, quando centenas de pessoas perderam suas casas da noite para o dia devido à cheia do rio. Sem ter onde abrigar tantas famílias, o governo do Estado autorizou o uso de pavilhões para receber parte das pessoas que perderam tudo. Era uma medida provisória, até que novas casas fossem construídas, mas até hoje nenhuma casa foi erguida.

Presídio serve de abrigo improvisado em União dos Palmares (AL) desde 1988.
Na colônia prisional não existe fornecimento de água ou banheiros, e o serviço de transporte coletivo é improvisado. O único modo de ir até o centro é pegar um pau-de-arara. Banhos e necessidades fisiológicas são feitas no riacho Canabrava, a cerca de 300 metros do local. A água de beber e lavar roupa vem do chafariz no distrito da Santa Fé, a menos de 1 km da colônia.

As famílias dividem de forma organizada os 15 pavilhões. As celas são separadas por tábuas, em espaços praticamente semelhantes. Cada família tem o seu local, onde não só vivem, como plantam e colhem alimentos.

A energia elétrica é o único serviço essencial prestado à comunidade, mas desde o último dia 18 o fornecimento foi suspenso, assim como ocorreu na maior parte da região, devido à destruição da subestação da cidade de União dos Palmares.

Ao chegar ao local e conversar com a primeira moradora, uma pergunta nos foi feita: “o senhor veio fazer o cadastro das famílias, foi?”. A indagação veio de Benedita Dias, 70. Ela explica: “eles vêm, pegam os dados da gente, vão embora e nunca a gente recebe casa. Já fiz muitos cadastros, todos perdidos”, disse.

Todos os moradores ouvidos pela reportagem do UOL Notícias relatam que desde 1988 recebem promessas de que vão receber casas das autoridades. Maria do Carmo da Silva, 61, mostra o último cadastro que fez, em 2008, quando recebeu até uma carteira de membro da “Associação de Sem-tetos de União dos Palmares”. “Foi o Collor de Melo que mandou a gente vir pra cá, quando ainda tava no governo [do Estado]. Desde lá, meu filho, já vi muita gente vir aqui e prometer. Mas até hoje não recebemos nada”, afirmou.

Esperança renovada com a nova tragédia

A nova enchente renovou a esperança dos moradores da colônia. Maria José da Conceição, 29, veio morar na colônia quando tinha nove anos e confessa que voltou a sonhar em ser contemplada com uma casa. “Soube que o presidente esteve aqui, e espero que a gente seja incluída nessa lista. Nunca perdi a esperança, mas agora estou mais confiante. Quero criar meus filhos em um local melhor”, disse.
 
Apesar de acompanhar várias enchentes nos últimos anos, todos afirmam que a cheia da semana passada foi a maior já vista na cidade. “Essa foi a cheia das cheias. Nem de perto se compara às outras. Minha irmã perdeu tudo lá na rua da Ponte e veio morar aqui comigo. Por pouco ela não morreu”, contou Maria do Carmo da Silva, 57.

Maria do Carmo, 57, vai abrigar a irmã que perdeu a casa com a enchente da semana passada.
Primeira moradora a chegar ao local, Quitéria Pereira dos Santos, 45, perdeu tudo com a cheia de 1988 e não teve oportunidade de morar em outro lugar. “Foi tudo destruído na minha casa e aqui estava vazio. Vim morar, mas agora estou preocupada. O teto está com rachaduras e acho que ele não dura muito tempo mais”, afirmou ela, que teve cinco filhos, todos nascidos e criados no pavilhão 15 da colônia.

Igreja ajuda famílias

Sem a ajuda governamental, a comunidade é assistida por integrantes da Igreja Católica. “Espero que não esqueçam dessas pessoas agora, e as incluam junto com as vítimas dessa enchente. Acompanho o sofrimento deles, as promessas que nunca foram cumpridas. Vejo nessa tragédia uma nova oportunidade”, disse Manoel Lopes, vice-ministro da ordem Franciscana, que ajuda a comunidade.

Lopes conta que a colônia recebia presos até alguns meses antes da tragédia de 1988, mas havia sido desocupada para passar por uma reforma. “A propaganda do governo na época era que a colônia seria um presídio modelo para a América Latina. As famílias ocuparam, nunca receberam casas e hoje a gente só ouve dizer que os presídios de Maceió e delegacias estão superlotadas. Porque não aproveitam essa área”, afirmou.

Fonte: UOL

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Rebelde na TV do Edir Macedo



A Record está estudando a possibilidade de realizar um concurso para escolher o elenco da banda de "Rebelde". A seleção seria feita em um dos programas da casa. Diretores da emissora avaliam se dará tempo de colocar a idéia em prática, já que as gravações da novela começam em agosto.

Segundo o blog do jornalista Daniel Castro, produtores de elenco do canal de Edir Macedo estão buscando atores em teatros e escolas da região Sudeste.

E, segundo Hiran Silveira, diretor de teledramaturgia, o objetivo é expandir essa seleção a todas as regiões do país, com o apoio das afiliadas.

Fonte: UOL

Da blogueira. Não espero mais nada. Como existem pessoas que idolatram uma pessoa que se diz homem de Deus, o qual permite que sua emissora passe programas com tamanha imoralidade.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Copa do Mundo 2010 - Lembrem-se dos cristãos perseguidos quando assistir aos jogos da Copa



Você sabia que três países que participarão da Copa do Mundo fazem parte das nações que mais perseguem os cristãos?

Anualmente, a Missão Portas Abertas lança a Classificação de países por perseguição, lista que relaciona os 50 países mais intolerantes ao cristianismo. Dentre eles, estão a Coreia do Norte, Argélia e Nigéria, nações que ocupam o 1º, 25º e 27º lugares respectivamente.

Coreia do Norte

A seleção brasileira estreia no mundial jogando contra a equipe norte-coreana no dia 15 de junho. Se não fôssemos cristãos, poderíamos pensar que essa é uma grande “coincidência”, mas ver nossa seleção - composta por jogadores que vivem em um país livre e não enfrenta perseguição religiosa severa - jogar contra a seleção que representa o país mais fechado ao Evangelho e pelo qual tanto oramos é muito “de Deus”.

Imagine se os atletas cristãos brasileiros tivessem a oportunidade de, com toda a sabedoria e direção do Espírito Santo, evangelizar os norte-coreanos. Será que não descobriríamos que alguns daqueles jogadores são cristãos secretos?

O jogador japonês Jong Tae-Se, naturalizado norte-coreano, cedeu uma entrevista à Sportv. Nela, ele disse que gostaria que as pessoas mudassem a opinião que têm a respeito de seu país. O interessante é que ele usava uma corrente com uma cruz, ou melhor, duas cruzes! Será que esse corajoso rapaz é cristão? Ou ainda que não seja, será que essa atitude não demonstra o desejo de que seu país seja menos rigoroso e as pessoas possam seguir sua fé de forma verdadeira?

O que temos acompanhado na mídia é que a delegação norte-coreana já criou várias proibições de aproximação entre a mídia e seus jogadores.

Os brasileiros poderão torcer e celebrar a partida, já a nação norte-coreana, não. O presidente, Kim Jong Il, decidiu que os jogos só passarão na TV estatal, porém não serão transmitidos ao vivo. Somente os melhores momentos dos jogos que o time vencer serão exibidos.

A Coreia do Norte ocupa a primeira colocação na Classificação há oito anos consecutivos. Ser cristão naquele país é uma experiência muito árdua. Caso seja descoberto, o cristão é enviado para campos de trabalhos forçados, onde são tratados de forma precária e muitos morrem de fome. Além disso, pode-se ser executado publicamente para que outros desistam de sua fé, ou ainda toda uma família pode ser dizimada, sendo ou não cristã.

Todo cidadão norte-coreano é obrigado a usar um broche com a imagem de Kim Il-Sung, pai do atual presidente, além de curvar-se e pedir a bênção diante de sua estátua. Por todos os lados existem quadros e fotografias do líder, que é chamado de “grande pai”. Pela manhã, os microfones de Pyongyang, capital do país, tocam uma música lembrando o falecido presidente.

Idolatria ao falecido pai do atual ditador da Coreia do Norte.
A escolha pela fé naquele país comunista de grande repressão implica um alto preço. Porém eles continuam lutando e não desistem. Eles enfrentam as mais duras ameaças, mas o amor por Cristo é maior do que o medo da morte.

Quando nosso país estiver em campo com esses atletas, lembre-se de que milhares de norte-coreanos necessitam do amor de Deus. Além dos nossos irmãos que vivem sob condições difíceis de sobrevivência, toda a nação precisa da liberdade encontrada em Cristo.

Argélia

Já na Argélia, 99% da população é muçulmana. Apesar de haver milhares de cristãos argelinos, eles representam menos de 0,5% da população e se reúnem nos lares secretamente.

A nação está localizada no norte da África e é um dos maiores países do mundo. Lá, o testemunho cristão é proibido. Em 2006, o Decreto 6-3 restringiu os cultos não islâmicos. Ele proíbe qualquer ação que “incite, obrigue ou se utilize de meios indutivos objetivando a conversão de um muçulmano para outra religião, ou usando para esse fim (...) qualquer outro estabelecimento, ou recurso financeiro”.

A punição para tais atividades é de dois a cinco anos de prisão e multa. Somente igrejas autorizadas pelo governo têm permissão para se reunir.

Entretanto, sob a lei civil, a conversão não é ilegal. Organizações missionárias são autorizadas a realizar atividades humanitárias sem a intervenção do governo, desde que não evangelizem muçulmanos. Conversões do islamismo ao cristianismo acontecem, embora sejam em pequena quantidade. Com frequência, trabalhadores cristãos são ameaçados e atacados por extremistas, muitos sendo martirizados.

Igreja transformada em biblioteca em Argel, capital da Argélia.
Até o momento, nenhum cristão argelino foi sentenciado à prisão com base em acusações religiosas. Suspender as sentenças é uma forma de o governo argelino proteger-se de grupos de direitos humanos, mostrando-lhes que não há cristãos condenados nas cadeias. Os que estão sob julgamento, porém, ou apelando de suas sentenças, afirmam que essa publicidade negativa atrapalhou os negócios e a vida familiar.

Nigéria

A Nigéria, 27ª colocada na lista dos que mais perseguem os cristãos, além das diferenças étnicas, é uma nação dividida pela religião. No norte a maioria da população é muçulmana e no sul, cristã.

Constitucionalmente, a Nigéria é um Estado laico com liberdade religiosa. Durante quase 40 anos, o governo no norte deu tratamento preferencial a muçulmanos e discriminou os cristãos. Pouco foi feito para pôr um fim à perseguição e, como resultado, muitas igrejas foram queimadas e cristãos foram mortos.

Igreja destruída em ataque mulçumano em Jós, Nigéria.
Embora exista liberdade para evangelizar, há uma forte oposição dos muçulmanos contra os cristãos que procuram praticar esse ministério. A oposição islâmica já foi responsável pela morte de muitos mártires. Apenas entre 1982 e 1996, ocorreram mais de 18 conflitos de grande escala entre cristãos e muçulmanos no norte da Nigéria.

Tais conflitos deixaram um saldo de mais de 600 cristãos mortos e cerca de 200 igrejas incendiadas.

Ainda hoje, vários ataques contra os cristãos têm acontecido no país. Este ano, mais de 500 foram mortos. Muitas mulheres ficam viúvas, pois seus maridos, pastores, são mortos pelos extremistas e a elas fica a incumbência de cuidar da família.

Intercessão

Quando assistirmos os jogos da Copa este ano, devemos lembrar que milhões de cristãos em alguns dos países que participam do evento estão sendo perseguidos. Devemos interceder por seus governantes e autoridades.

A alegria desse evento não deve ser maior do que a alegria de sabermos que pessoas têm conhecido o Salvador e que nossos irmãos continuam firmes em sua fé.

Acesse aqui e faça download da Campanha de 30 dias de oração pelos três países mencionados neste texto. São 10 dias de intercessão por cada um deles.

Os cristãos da igreja sabem o que é ser parte de um time. Não fique apenas torcendo, entre no jogo!

Fonte: Genizah

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Pérola política


"A minha ficha é a mais limpa do Brasil."

Paulo Maluf, deputado federal pelo PP (SP), tirando sarro da Ficha Limpa.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Morre José Saramago junto com sua cegueira

Uma das notícias mais comentadas pelos blogueiros cristãos foi a da morte do escritor ateu José Saramago. Como professora de português, é importante que eu conheça o seu trabalho. No meu blogue sobre língua portuguesa, postei sobre a sua morte, mas neste espaço, eu tenho liberdade de me expressar quanto ao seu ateísmo, ou seja, a descrença da existência de Deus, que foi a sua cegueira durante toda a sua vida.

Através de suas obras, podemos perceber manifestações de seu ateísmo. Em algumas, somente os títulos bastavam. Que dizer, então do Evangelho segundo Jesus Cristo ou então, Ensaio sobre a cegueira. Este último eu li, descobrindo muitos traços do seu ateísmo e blasfêmia à Deus.

Ele não é o único, mas existem muitos do planeta que também são ateus. Como cristã, também devo ter cuidado para não me tornar em uma. Como? Abandonando a minha caminhada com o Senhor aqui na Terra para me deliciar com as guloseimas deste mundo passageiro. É como estas atitudes que posso perder a minha salvação. Sabia que podemos, sim perder o nosso prêmio?

Li em um blogue que agora é que Saramago vaí se encontrar com Deus, na pessoa que tanto desacreditou através de suas próprias reflexões, ou seja, teve mais fé no homem, que é falho, do que no próprio Criador. É para se pensar que também todos nós vamos nos encontrar com Ele para sermos julgados segundo as nossas obras (II Coríntios 5:10). De inúmeras tentativas de convencê-lo a acreditar em Deus e de se arrepender de seus pecados, Saramago continuava a ser fiel nesta crença diabólica.

Acredito que as nossas atitudes podem transparecer a nossa fé ou não em Deus. Por isso, devemos tomar cuidado para que, mesmo estando em pé, não podemos cair. Aí será a nossa desgraça espiritual.

Como estamos na carne mortal do pecado, infelizmente, cometemos deslizes pecaminosos, mas, segundo a Palavra, podemos nos arrepender destes pecados, nos aproximando de Jesus Cristo para pedir perdão (I João 1:9; 2:1). Então, voltamos a nos reconciliar com Deus.

Portanto, devemos tomar cuidado para não nos tornarmos mais um José Saramago da vida, totalmente cego, pois este mundo nos cega mesmo. Devemos permanecer fiel às Escrituras do Senhor, obedecendo e praticando-a. Assim, teremos garantia da nossa morada do Céu, juntamente com Jesus Cristo e o nosso Pai Celestial. Deixo abaixo uma de suas frases em defesa do seu atéismo cego:
"Não sou um ateu total, todos os dias tento encontrar um sinal de Deus, mas infelizmente não o encontro."
By Marcia Moreira

quarta-feira, 16 de junho de 2010

The great race (1966)

Este é um dos meus filmes preferidos que assistia na Sessão da Tarde, quando era adolescente. Trata-se de uma corrida maluca disputada no início do século XX com percurso de Nova York até Paris. Este filme foi inspiração para um outro grande sucesso, só que em desenho animado; é a famosa Corrida Maluca, com personagens insipiradas também nas do filme. Abaixo, está o vídeo de uma das minhas cenas favoritas que, acredito também, seja a da maioria dos trintões.

Sessão nostalgia - Actos 2

Quem não se lembra da banda Kadoshi, liderada por Silas, seu irmão Gerson, e Priscila com sua voz maravilhosa? Pois é, antes de mudarem de nome, eles eram o Actos 2. Esta banda surgiu na década de 1980 e, na década seguinte, com mudanças nos integrantes, houve a mudança do nome. Curtia muito músicas deles como Mundo perdido, uma das minhas favoritas da primeira formação da banda. Depois, surgiram outras como Filho pródigo, Ah! eu quero sim e muitas outras. Não sei se o grupo continua na ativa, mas que sinto saudades do antigo Actos 2, isso eu garanto.

terça-feira, 15 de junho de 2010

O que estamos fazendo com nossa vida espiritual?

"Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, de maneira que obedeçais às suas paixões; nem ofereçais cada um os membros do seu corpo ao pecado, como instrumentos de iniquidade; mas oferecei-vos a Deus, como resssurretos dentre os mortos, e os vossos membros, a Deus, como instrumentos de justiça." Romanos 6:12-13
Hoje, no caminho para o trabalho, comecei a meditar em Romanos 6, que fala da condição que adquirimos ao nos tornarmos filhos de Deus, mediante a fé que temos nEle. Os romanos questionavam o seguinte: agora que sou de Jesus, que a sua graça salvífica esta sobre nós agora, posso permanecer no pecado? A respostas de Paulo foi curta e grossa: "De modo nenhum!"

Muitas das pessoas que se dizem evangélicas ou cristãs pecam neste quesito, acreditando que não estão fazendo nada de mais: vão em baladas, embriagam-se, comem demais, prostituem-se com os próprios "irmãos(ãs)" da igreja, fofocam, puxam o tapete por maiores cargos eclesiásticos, adulteram, praticam pedofilia, batem em suas esposas dentre outras coisas pecaminosas.

Uma outra questão é a que está citada no versículo de abertura desta postagem. Se agora, que fomos remidos por Jesus Cristo, posso fazer do meu corpo o que bem quiser?

Devemos entregar os nosso corpos a serviço do Senhor, ou seja, não entregar para que esteja ao padrão do mundo. Por isso, antes de decidir se colocamos um piercing, ou um tatuagem, ou aquela minissaia para "arrasar" na igreja, ou aquela blusinha decotada que vão deixar as irmãs com inveja, será que faremos isso para serviço do Senhor? Acredito que não.

Existem coisas que convêm para nós, cristãos; não devemos ser "terroristas" quanto ao modo de se vestir. Por isso, usamos a sabedoria que o Senhor nos dá para utilizar aquilo que somente convém para nós. Lembremos que somos a luz do mundo, devemos dar bom testemunho de nosso comportamento. Pergunte-se: será que uma pessoa virá para Jesus com você, pregando o Evangelho, com um piercing na língua?

Contudo, a Bíblia nos deixou um padrão de santidade em como devemos tratar os nossos corpos físicos e a nossa moral diantes das pessoas. Creio que todos os que têm fé em Jesus Cristo seguirão os padrões bíblicos; caso contrário, serão rebeldes e, infelizmente, não terão parte no Reino de Deus.

By Marcia Moreira

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Momento Cantor Cristão (15)

Quando era dia de batismo na igreja batista, sempre tocava o hino de número 407 do Cantor Cristão denominado Ditoso Dia. Sua letra fala da felicidade do cristão por este dia que não foi por ter tido vitória financeira ou coisa do gênero da teologia da prosperidade, mas foi o fato de ter aceitado a Jesus Cristo como Senhor e Salvador; esta é a maior alegria do crente!

As estrofes foram escritas pelo pastor inglês Philip Doddridge (1702-1751), um dos dissidentes do da Igreja Católica; o estribilho foi criado a partir de outras estrofes de hinos da Harpa Sacra Wesleyana. Doddridge faleceu de tuberculose, antes de completar 50 anos de idade, sendo seu hino publicado postumamente, em 1755.

Com vocês, Ditoso Dia:
Ditoso o dia em que aceitei
Do meu Senhor a salvação;
A grande paz que eu alcancei
Perdura no meu coração.

Que prazer eu senti
No dia em que me converti!
Agora sinto o Seu amor,
E segurança, paz, fervor.
Sou feliz! Tão feliz!
Pois em Jesus me satisfiz!

Aquilo que eu então votei
Minha alma, sim, o cumprirá.
Em cada dia renderei
Louvor a Deus, que me ouvirá.

Exulta, pois, meu coração,
No Filho do supremo Deus;
Porque te deu a redenção
E trouxe-te perdão dos céus.

Original: Happy day
Autor: Philip Doddridge

Happy day, that fixed my choice
On Thee, my Savior and my God!
Well may this glowing heart rejoice,
And tell its raptures all abroad.

Happy day, happy day,
When Jesus washed my sins away!
He taught me how to watch and pray,
And live rejoicing every day:
Happy day, happy day,
When Jesus washed my sins away!

O happy bond, that seals my vows
To Him Who merits all my love!
Let cheerful anthems fill His house,
While to that sacred shrine I move.

It’s done: the great transaction’s done!
I am the Lord’s and He is mine;
He drew me and I followed on;
Charmed to confess the voice divine.

Now rest, my long-divided heart,
Fixed on this blissful center, rest;
Here have I found a nobler part;
Here heav’nly pleasures fill my breast.

High heav’n, that heard the solemn vow,
That vow renewed shall daily hear,
Till in life’s latest hour I bow
And bless in death a bond so dear.
By Marcia Moreira

sexta-feira, 11 de junho de 2010

O que é o amor?

Amanhã é o Dia dos Namorados, um dia para celebrar o amor entre o homem e a mulher. Mas, infelizmente, o que vejo por aí e uma distorção do que é o amor: homens maltratando e matando suas companheiras ou esposas simplesmente por ciúme (que, segundo eles, é amor).

Vimos, no ano passado, um crime brutal em Santo André, em que um rapaz matou sua ex-namorada, uma adolescente, só porque terminou o relacionamento. Isto é amor?

Hoje, no jornal do meio-dia, foi noticiado que fora encontrado o corpo daquela advogada desaparecida no fim de maio; o maior suspeito seria seu ex-namorado. Isto é amor?

As pessoas estão confundindo amor com paixão. Esta última, segundo o Dicionário do Português Contemporâneo, significa "série de tormentos; sofrimento; sentimento exarcebado."

Até no meio evangélico, os "irmãos" levaram a paixão em suas músicas, dizendo que "estão apaixonados por Jesus". Ora, se este sentimento é totalmente carnal, como é que podemos dizer isto ao Senhor Jesus Cristo, que é Santo?

Bom, já falei de paixão, agora, vou falar o que é amor. Primeiramente, não é um sentimento, é uma atitude que devemos ter uns com os outros, independente de como ela é.
Jesus disse em sua Palavra que devemos amar a Deus de todo o nosso coração (Lucas 10:27) e não ter paixão a Deus de todo o nosso coração. Também disse para amar o nosso próximo como a nós mesmos (27), não para dizer para o seu irmão que está apaixonado! Viram como os termos são totalmente diferentes? Paixão é carnal e amor, racional.

Para finalizar, quero deixar a maior descrição do amor, encontrada em I Coríntios 13, versículos 4 a 8:
"O amor é sofredor, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exapera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba; mas, havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passarão."
Concluo, então que, de acordo com as Escrituras, nada de "estar apaixonado", pois, através deste sentimento, podemos cometer coisas impensáveis; devemos é amar, ou seja, ter atitude de aceitar as fraquezas de seu próximo (não o pecado), desejando sempre o melhor para seu companheiro(a).

Também aproveito este espaço para dizer ao meu amorzinho, Lê, que te amo muito e estou muito feliz por ser sua futura esposa.

By Marcia Moreira

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Pastores que não leem a Bíblia

Cerca de 51% dos pastores e líderes nunca leram a Bíblia Sagrada por inteiro pelo menos uma vez. O resultado é fruto de uma pesquisa feita pelo atual editor e jornalista da Abba Press & Sociedade Bíblica Ibero-Americana, Oswaldo Paião, com 1.255 entrevistados de diversas denominações; destes, 835 participaram de um painel de aprofundamento. O motivo é a falta de tempo, apontaram os entrevistados.

Oswaldo conta que a pesquisa se deu através de uma amostragem confiável e delimitada. Segundo ele, a falta de tempo e ênfase na pregação expositiva são os principais impedimentos. “É a falta de uma disciplina pessoal para determinar uma leitura sistemática, reflexiva e contínua das escrituras sagradas e pressão por parte do povo, que hoje em dia cobra por respostas rápidas, positivas e soluções instantâneas para problemas urgentes, sobretudo os ligados a finanças, saúde e vida sentimental”, enumera Oswaldo.

A maioria dos pastores corre o dia todo para resolver os problemas práticos e urgentes dos membros de suas igrejas, e também e os pessoais. Outros precisam complementar a renda familiar e acabam tendo outra atividade, fora a agenda lotada de compromisso.

Os pastores da atualidade, em geral, segundo Paião, são mais temáticos, superficiais, carregam na retórica, usam (conscientemente ou não) elementos da neurolinguística, motivação coletiva, força do pensamento positivo e outras muletas didáticas e psicológicas.

O pesquisador arrisca dizer que muitos "pastores precisam rever seus conceitos teológicos e eclesiológicos, sem falar de ética e moral, simplesmente ao ler com atenção e reflexão os livros de Romanos, Hebreus e Gálatas. E antes de ficarem tocando Shofar e criando misticismo, deveriam ler a Torá com toda a atenção, reverência e senso crítico".

Fonte: Graça sem tendas

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Pensamentos

“O mundo exige de nossa parte uma conformidade que afirme seus valores, não os valores de Deus. O mundo quer aprovação, não verdades.” Autor Desconhecido

“Muitas pessoas têm considerado a fé cristã como algo fácil. Elas pensam assim porque nunca a experimentaram”. Martinho Lutero, líder religioso alemão

"A maioria dos crentes não acredita que a Bíblia diz o que está escrito: acredita que ela diz o que quer ouvir." Autor Desconhecido

"Lembre-se de que há pastores chamados e os chamados pastores." Autor Desconhecido

"Eu não me envergonho do evangelho, só dos evangélicos." Autor Desconhecido

“Argumentar com base na misericórdia para justificar o pecado pessoal é a lógica do diabo.” James Janeway, ministro puritano inglês

“A igreja que é dirigida por homens em vez de ser comandada por Deus está condenada ao fracasso espiritual embora se expanda nesse mundo." Autor Desconhecido

"Fé é quando Deus diz algo e eu digo o mesmo". F. B. Meyer, pregador alemão

"Quando o “eu” não é negado, ele é necessariamente adorado." Autor Desconhecido

"Qualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado, mesmo que faça chover milagres todos os dias". Martinho Lutero

"Muitos crentes querem servir a Deus... mas apenas como Seus conselheiros."
Provérbio cristão americano

Estamos vendo surgir uma nova igreja, com um novo credo e um falso cristo." Autor desconhecido

terça-feira, 8 de junho de 2010

Evangélicos fazem protesto contra "igrejas capitalistas"

Com bandeiras e camisetas que diziam "Marcha pela ética evangélica brasileira. O $HOW tem que parar", cerca de 20 pessoas realizaram um protesto contra lideranças evangélicas durante a Marcha para Jesus.

O alvo dos manifestantes era a teologia da prosperidade, professada por algumas das principais lideranças evangélicas do país, dentre elas a Renascer em Cristo.

"O que estamos vendo é a proclamação de um evangelho monetário. E a Bíblia não é um veículo de lucro", disse Paulo Siqueira, idealizador do protesto.

Teólogo e membro da Igreja do Evangelho Quadrangular, ele afirma que a maior parte das igrejas evangélicas no Brasil virou capitalista.

"Não há lugares para os pobres dentro da igreja. A igreja se tornou um veículo de elitização. Falam de prosperidade, de troca monetária. Se você é pobre, oferte, dizime, e, enquanto isso, muitos pobres padecem no país", diz ele.

Fonte: Folha de São Paulo, 4.6.2010

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Professores são agredidos e precisam até de escolta

A Secretaria de Educação de SP não dá números para “preservar as escolas” e anuncia mediadores de conflitos

Professor com medo de aluno. Esse é o clima em escolas públicas da região de Campinas. Um estudo, feito pelo Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo, revela que 34% dos professores campineiros já foram agredidos fisicamente por alunos e 58,3% já sofreram agressão verbal. Os casos são tão frequentes que professores e diretores tratam as ocorrências como caso de polícia.

Em Paulínia, no início do ano, uma professora teve de ser escoltada por GMs da escola pra casa, após ter sido ameaçada por alunos. O caso de Paulínia não é isolado. Um professor de matemática de Sumaré, que não quer se identificar, foi ameaçado por um aluno do ensino Médio, em março. Por impedir o estudante de usar o celular na sala, foi empurrado na parede e o aluno avisou que se vingaria.

“Acho que é obrigação da escola registrar BO. Eu fiz porque esse tipo de atitude é coisa de bandidagem”, disse.

Não só professores estão na mira. P.F.D. é inspetora numa escola estadual em Campinas. Em abril, foi ameaçada por um aluno e levou o caso pra polícia. “Essas agressões não vão dar em nada. Mas é crime”, disse. Para a Diretora do sindicato, Suely Fátima de Oliveira, nos últimos meses, a gravidade e a frequência das agressões aumentaram. O sindicato tem um site onde o professor registra casos de violência, mas ela recomenda fazer o BO.

A Secretaria de Educação de SP não dá números para “preservar as escolas” e informa que cada uma terá um professor pra mediar conflitos.

Fonte: UOL

Não quero ser celebridade

Neste último feriado, assisti um pedaço de uma minissérie sobre a vida da atriz Natalie Wood, que começou como artista mirim, prosseguindo com sua carreira até a sua morte precoce, em 1981, aos 43 anos.

Na década de 1950, já madura, para conseguir o papel de protagonista, dormiu com o diretor do filme Juventude transviada. Sei que ela não foi a primeira a fazer isso, outras atrizes, inclusive brasileiras, argentinas, europeias etc. (e, por que não, atores!) dormem com diretores ou produtores para conseguir um papel importante, sendo idolatrados por onde quer que vão.

Também sobre ser celebridade, assisti no Domingo Espetacular, ontem, a uma reportagem sobre cirurgia plástica, questionando se as pessoas mudariam ou não algo em seu corpo. Muitos querem modificar o corpo por questão de vaidade.

Percebendo tudo isto, lembrei-me da Palavra do Senhor. No livro de I João, o apóstolo fala sobre o que acontece com quem ama o mundo:
"Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele." I João 2:15
Tudo isto que relatei é amor ao mundo. Para ser uma celebridade, as pessoas se submetem à prostituição, mentira, vaidade, culto ao corpo, aceitação da idolatria, avareza, falta de domínio próprio e outras obras da carne incontáveis que há neste universo.

As celebridades gospel podem não se prostituir, mas são avarentos (cachês altos, mesmo sendo a obra de graça, como diz a Bíblia), distorcem as Escrituras para o prazer da carne e aceitam a idolatria a elas mesmas; então, amam ao mundo também, logo, Deus não está com estas pessoas. Espero que um dia acordem e percebam o engano em que estão vivendo para voltarem-se para Jesus Cristo.

Não quero ser celebridade por causa disto, ou seja, não quero amar o mundo. Sou feliz com meu trabalho nada milionário, com o meu corpo que está fora da perfeição do mundo (só tomo cuidado para não estar acima do peso!), com a minha profissão nada reconhecida e, acima de tudo, com Jesus Cristo, meu Senhor e Salvador.

Ora, se Jesus Cristo é o meu Senhor, por que devo me submeter ao mundo, fazer a sua vontade? Também estou sujeita a cometer obras da carne, mas devo estar vigilante e sóbria em todo o tempo e, caso aconteça, tenho um Advogado que me perdoa de todo o pecado (I João 2:1).

By Marcia Moreira

Operação tapa-santo

Record esconde imagens de igreja em cena de casório

A novela Bela, a Feia chegou ao fim na quarta-feira quebrando dois tabus na Record. Com seus personagens gays bem resolvidos, o folhetim mostrou que a emissora dos bispos já não tem medo de ser feliz. Mas a surpresa mesmo viria no último capítulo: o casamento da protagonista Bela (Giselle Itié) com seu patrão (Bruno Ferrari) em um templo católico.

As referências à religião da maioria dos brasileiros incomodam os bispos da Igreja Universal. Em 2005, a Record já tinha exibido uma cerimônia católica em A Escrava Isaura, rendendo-se ao fato de que no século XIX não seria de outra forma. Mais tarde, contudo, o diretor Herval Rossano (morto em 2007) denunciou que teve de retirar da igreja as imagens de santos. Desde então, não se viam bodas católicas – elas eram celebradas ou por pastores evangélicos, ou no civil.

A ideia do casório de Bela, a Feia partiu do diretor Edson Spinello e teve anuência dos bispos, que hoje buscam vencer resistências no mercado, de olho no faturamento publicitário. Mas a capela onde a cena foi gravada passou por uma "redecoração": imagens foram cobertas por cortinas ou substituídas por vasos. Santo forte? Não na Record.

Fonte: Veja

Da blogueira. Não entendo tanta hipocrisia da IURD, que esconde imagens de escultura, mas não esconde nudez, ocultimo, prostituição dentre outras práticas pecaminosas. Dá nojo!

domingo, 6 de junho de 2010

A igreja evangélica tornou-se um odre velho

"Nem se deita vinho novo em odres velhos; aliás, rompem-se os odres, e entorna-se o vinho, e os odres estragam-se; mas deita-se vinho novo em odres novos, e assim, ambos se conservam." Mateus 9:17
Meditando na Palavra do Senhor hoje, li esta passagem que se tratava de jejum, mas que no final, virou um sermão para toda a igreja hoje.

Jesus Cristo, ao dizer estas palavras, não pregou para nos tornarmos beberrões de vinho (aliás, bebedice é uma obra da carne, segundo Gálatas 5), mas disse comparou as suas palavras com as de um vinho novo que deve ser conservado em odres novos, ou seja, em vidas verdadeiramente transformadas pelo Senhor através de sua Palavra; odres velhos significam pessoas que se corromperam com o vinho em que há contenda (Efésios 5:18), isto é, deixaram o fermento dos fariseus entrarem em suas vidas.

Sobre o vinho novo e odre novo, vejam o que eu li a respeito na nota de rodapé da Bíblia de Estudo Pentecostal:
"O vinho novo era suco fresco de uva, não fermentado, representando a mensagem salvífica original de Jesus Cristo e o poder do Espírito Santo, demonstrados no dia de Pentecostes. O empenho máximo de Jesus era que o evangleho original, juntamente com o poder redentor do Espírito Santo, não sofressem qualquer mudança, corrupção ou perda. Esta interpretação tem o amparo da solicitude de Cristo, no sentido de qeu o evangelho (o vinho novo) não seja alterado pelos ensinamentos (o fermento) dos fariseus e do judaísmo (o fermento como elemento fermentador e modificador da massa)."
Percebem a preocupação de Jesus Cristo, que não haja mistura ou modificação de suas palavras na comunhão dos irmãos (conhecido como igreja). Em I Coríntios, Paulo afirma que "o nosso corpo é o templo do Espírito Santo", que não podia se contaminar através da prostuição carnal que havia entre os "irmãos" de Corinto. Sendo assim, o que está acontecendo com a igreja evangélica não é a mesma coisa?

Deixou-se entrar falsos ensinos, doutrina de demônios (fermento) na igreja evangélica que, com isso, acredito que o que era odre novo se tornou em odre velho; a igreja deixou de ser a noiva adornada do Senhor, prostituiu-se, deixou o vinho velho estragar o odre novo. Será que há esperança?

De acordo com as Escrituras, um dos sinais da volta são os tempos trabalhosos (II Timóteo 3:1-2) e também a apostasia. Sendo assim, devo ter esperança de que os que estão cegos podem voltar a enxergar, e também que a tendência é que piore a cada momento, pois sinais que não podem mudar.

Portanto, que a igreva evangélica se tornou em odre velho, disto não tenho dúvida. Devo tomar cuidado para não deixar que o vinho fermentado entre em minha vida, pois quero ser um odre novo a cada dia que sou cristã aqui na terra, aguardando a volta de meu Senhor; também desejo o mesmo aos meus muitos e amados verdadeiros cristãos que estão espalhados no mundo inteiro e para aqueles que deixaram o fermento entrar em suas vidas voltarem a ser odres novos, em arrependimento de seus pecados.

By Marcia Moreira

Pérola de um homossexual

“Eu costumo falar: Nós precisamos de vocês, heterossexuais. Amamos vocês para que reproduzam filhos que se tornem homossexuais… novos gays e novas lésbicas."

Luiz Mott, o incontestável líder do movimento homossexual do Brasil

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Mais uma alegria

Hoje ganhei um presente na minha empresa. Devido ao grande sucesso com minhas dicas de português que escrevia para o blogue da minha empresa, abriram um espaço de Dicas de Português e, com isso, terei que escrever uma postagem por semana com mais destas. Isto pra mim é uma grande benção na minha vida profissional.

Há alguns anos, estava dando aulas como eventual como início da minha carreira profissional como professora; nem imaginava o que o Senhor teria para mim com o passar do tempo. Hoje, além de escrever para o meu blogue pessoal sobre língua portuguesa, também, sou revisora de textos nesta empresa, algo que queria ser desde que me formei na faculdade de Letras. 

É necessário passarmos por várias tribulações para a provação da nossa fé, pois somos cristãos, levamos o nome de Cristo em nossos testemunhos diários. Isso é o que nos levará à Vida Eterna, que é mais importante que uma carreira profissional.

Maioria dos brasileiros é contra adoção por casal gay no Brasil

Quase dois meses após o STJ (Superior Tribunal de Justiça) reconhecer que casais homossexuais têm o direito de adotar, 51% dos brasileiros dizem ser contra essa prática. Outros 39% são favoráveis à adoção por gays.

É o que revela pesquisa Datafolha realizada entre os dias 20 e 21 de maio com 2.660 entrevistados em todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

As mulheres são mais tolerantes à adoção por homossexuais que os homens: 44% contra 33%. Da mesma forma que os jovens em relação aos mais velhos: na faixa etária entre 16 e 24 anos, a prática é apoiada por 58%, enquanto que entre os que têm 60 anos ou mais, por apenas 19%.

"Já é um grande avanço. Na Idade Média, éramos queimados. Depois, tidos como criminosos e doentes. O fato de quase 40% da população apoiar a adoção gay é uma ótima notícia", diz Toni Reis, presidente da ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais).

Ele reconhece, porém, que o preconceito é ainda grande. "Serão necessárias muitas paradas e marchas para convencer a população de que somos cidadãos que merecemos o direito da paternidade e da maternidade."

A taxa de pessoas favoráveis à adoção por homossexuais cresce com a renda (49% entre os que recebem mais de dez salários mínimos contra 35% entre os que ganham até dois mínimos) e a escolaridade (50% entre os com nível superior e 28%, com ensino fundamental).

Para a advogada Maria Berenice Dias, desembargadora do Tribunal de Justiça do RS, a tendência é que a decisão do STJ sirva de jurisprudência em futuras ações e que isso, aos poucos, motive mais pessoas a aprovarem a adoção por homossexuais.

"A maioria da população brasileira ainda é conservadora, mas já foi pior."

Entre as religiões, os católicos são os mais "progressistas": 41% se declaram a favor da adoção por homossexuais e 47%, contrários. Entre os evangélicos pentecostais, a desaprovação alcança o maior índice: 71%, contra somente 22% favoráveis.

O padre Luiz Antônio Bento, assessor da comissão para vida e família da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), afirma que a adoção por homossexuais fere o direito de a criança crescer em um ambiente familiar, formado por pai e mãe, e isso pode trazer "problemas psicológicos à criança".

A psicóloga Ana Bahia Bock, professora da PUC de São Paulo, discorda. "A questão é cultural. Se a criança convive com pessoas que encaram com naturalidade [a sexualidade dos pais], ela atribui um significado positivo à experiência."

Fonte: UOL

Da blogueira. Perceberam no item grifado que tem pessoas que se dizem evangélicas (ou seja, conhecem as Escrituras) que aprovam a adoção por casais homossexuais. Deveria ser 100% de desaprovação. Acredito que estes 22% fazem parte daquela igreja evangélica GLT em Minas Gerais. Devemos amar o pecador, levá-lo ao arrependimento de seus pecados, não tolerar as práticas pecaminosas condenas por Deus através da Bíblia.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Estou contente

Ontem, quando voltava do trabalho, meditava no ônibus sobre a minha vida: gente, como estou contente.

Só o fato de eu ter saúde, ter um casaco para me agasalhar neste inverno fora de época, ter uma cama confortável todas as noites para dormir (e com um monte de coberta!) já são motivos para eu estar contente e satisfeita e, acima de tudo, ser uma salva e redimida pelo sangue de Jesus Cristo.

Também estou contente por estar trabalhando na minha área profissional que tanto sonhei, e que jamais iria realizar, faço a pós-graduação que jamais eu pensei que ira fazer, namoro um cara cristão, que não é canela de fogo, nem fica rodopiando por aí se dizendo que é santo, enfim, o Senhor, pela sua misericórdia, me presenteou com tudo isso.

Fico feliz por não ser milionária e, mesmo assim, tenho as minha contas pagas todos os meses sem atraso, como arroz e feijão todos os dias, não sou celebridade, nem quero ser, pois este mundo é sujo mesmo.

Sou feliz por ser uma simples cristã, sem precisar ser canela de fogo, sem ler a Bíblia inteira por um ano (que adianta, devemos aprender a meditar na Palavra do Senhor, sem "decoreba"). Não deixo este caminho mesmo que eu tenha que passar por muitos vales, provações e tentações na minha carne como prova da minha fé no Senhor.

Enfim, não tenho com o que reclamar. Estou contente com tudo o que o Senhor tem feito por mim, não só materialmente, mas, principalmente, com a salvação da minha alma. Como Paulo diz em I Timóteo 6:8: "Tendo, porém, sustento e com que nos cobrirmos, estejamos contentes." Hoje, feriado, bom dia para ficar em casa neste frio, meditei em um salmo que deveria estar na boca de todo o bom cristão, o Salmo 150. Deixo os versículos 1 e 6 para meditar e praticarem diariamente:
"Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder."
"Tudo quanto tem fôlego, louve ao Senhor. Louvai ao Senhor."
By Marcia Moreira

terça-feira, 1 de junho de 2010

Chapeuzinho vermelho na linguagem do politicamente correto

Me deu um impulso de reescrever a estória do Chapeuzinho Vermelho para os dias de hoje, seguindo as linhas da Politically Correct Language, mesmo porque não há criança que acredite na estória como foi escrita.

"Era uma vez uma jovem adolescente a quem todos conheciam pelo apelido de Rúbia. Rúbia é uma palavra derivada do latim, rubeus, que quer dizer vermelho, ruivo. Rúbia era ruiva. Ruiva porque tingira o seu cabelo castanho que ela considerava vulgar. Ela pensava que uma ruiva teria mais chances de chamar a atenção de um empresário de modelos que uma morena. Morenas há muitas. O vermelho dos seus cabelos era confirmado pelo seu temperamento: ela era fogo e enrubescia quando ficava brava.[Nota 1: Se, nessa estória, eu lhe desse o nome de Chapeuzinho Vermelho ninguém acreditaria. As adolescentes de hoje não andam por aí usando chapeuzinhos vermelhos...]

Rúbia morava com sua mãe numa linda mansão no condomínio "Omegaville". Pois numa noite, por volta das 10 horas, sua mãe lhe disse: "Rubinha querida, quero que você me faça um favor..." Rúbia pensou: "Lá vem a mãe de novo". E gritou: "De jeito nenhum. Estou vendo televisão...". "Mas eu ia até deixar você dirigir o meu BMW...", disse a mãe. Rúbia se levantou de um pulo. Para guiar o BMW ela era capaz de fazer qualquer coisa. "Que é que você quer que eu faça, mamãezinha querida?", ela disse. "Quero que você vá levar uma cesta básica para sua vovozinha, lá no Parque Oziel. Você sabe: andar de BMW, depois das 10 da noite, no Parque Oziel é perigoso. Os seqüestradores estão à espreita..." [Nota 2: a estória original contém dois problemas, relativos ao caráter e às intenções da mãe. Primeiro: mandar uma menina pequena, sozinha, pela floresta, sabendo que havia um lobo solto - ou a mãe era um tola irresponsável ou ela estava com impulsos assassinos em relação à filha, desejando que o lobo a comesse. O segundo problema: viviam sozinhas a mãe e a filha; não há referências a um pai ou marido. Então, qual a razão para que a avó morasse do outro lado da floresta? Não seria mais prático que elas vivessem juntas? Chapeuzinho não teria que enfrentar um lobo para que a vovozinha comesse queijos, bolos e ovos...]

Rúbia já estava saindo da garagem com o BMW quando sua mãe lhe gritou: "A cesta básica! Você está se esquecendo da cesta básica!" Com a cesta básica no BMW Rúbia foi para a casa da vovozinha, no Parque Oziel. Foi quando o inesperado aconteceu. Um pneu furou. Até mesmo pneus de BMWs furam. Rúbia se sentiu perdida. Com medo, não. Ela não tinha medo. O problema era sujar as mãos para trocar o pneu. Foi quando uma Mercedes se aproximou dirigida por um senhor elegante que usava óculos escuros. Há pessoas que usam óculos escuros mesmo de noite. A Mercedes parou e o homem de óculos escuros saiu. "Precisando de ajuda, boneca", ele perguntou? "Claro", ela respondeu. "Preciso que me ajudem a trocar o pneu furado". "Pois vou ajudar você" disse o homem. "Você precisa de proteção. Esse lugar é muito perigoso. A propósito, deixe que me apresente. Meu nome é Crescêncio Lobo, às suas ordens". Aí ele se pôs a trocar o pneu cantarolando baixinho uma canção que sua mãe lhe cantara: "Hoje estou contente, vai haver festança, tenho um bom petisco para encher a minha pança..." Rúbia, olhando para o Crescêncio Lobo, pensou: "Que homem gentil e prestativo! E ainda canta enquanto trabalha... É dono de uma Mercedes! Acho que minhas orações foram atendidas!" "Pronto", ele disse. "Para onde você está indo, boneca?" "Vou levar uma cesta básica para minha avó." "Pois eu vou segui-la para protegê-la..." E assim, Rúbia, sorridente sonhadora, se dirigiu para a casa de sua avó escoltada por Crescêncio Lobo.

Ao chegar à casa da avó Crescêncio Lobo se surpreendeu. Pensou que ia encontrar uma velhinha, parecida com a avó de Chapeuzinho Vermelho. Que nada! Era uma linda mulher, uma senhora elegante, fina, de voz suave, inteligente. Logo os dois estavam envolvidos numa animada conversa, Crescêncio Lobo encantado com o suave charme e a inteligência da avó, a avó encantada com o encantamento que Crescêncio Lobo sentia por ela. Crescêncio Lobo pensou: "Se não fossem essas rugas, ela seria uma linda mulher..." Rúbia percebeu o que estava rolando, e foi ficando com raiva, vermelha, até que teve um ataque histérico. Como admitir que Crescêncio Lobo preferisse uma velha a uma adolescente? Começou a gritar, e por mais que os dois se esforçassem, não conseguiram acalmá-la. Passava por ali, acidentalmente, uma viatura do 5º Distrito Policial. Os policiais, ouvindo a gritaria, imaginaram que um crime estava acontecendo. Pararam a viatura e entraram na casa. E o que encontraram foi aquela cena ridícula: uma adolescente ruiva, desgrenhada, gritando como louca, enquanto a avó e o Crescêncio Lobo tentavam acalmá-la. Os policiais perceberam logo que se tratava de uma emergência psiquiátrica e, com a maior delicadeza, (os policiais do 5º DP são sempre assim. Também pudera! O delegado chefe trabalha ouvindo música clássica!) convenceram Rúbia a acompanhá-los até um hospital para ser medicada. Rúbia não resistiu porque ela já estava encantada com a força e o charme do policial que a tomava pela mão. Afinal, aquele policial era lindo e forte!

Quanto à avó e ao Crescêncio Lobo, aquela noite foi início de uma relação amorosa maravilhosa. Crescêncio Lobo percebeu que não há cara de adolescente cabeça-de-vento que se compare ao estilo de uma senhora inteligente e experiente. E a avó, que ouvira de uma feminista canadense que o melhor remédio para a velhice são os galetos ao primo canto, entregou-se gulosamente a esse hábito alimentar gaúcho. Crescêncio Lobo pagou-lhe uma plástica geral e a avó ficou novinha. E viveram muito felizes, por muitos anos. Quanto à Rúbia, aquela crise foi o início de uma feliz relação com o policial do 5º DP, que tinha um mestrado em psicologia da adolescência..."

Por Rubem Braga

Sobre a questão da maioridade penal

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...